Chinesas são presas em Cumbica com ouro em caixas de leite e bombons

Juntas, as duas transportavam 12,5 kg de ouro que, na cotação atual, equivalem a R$ 1,7 milhão

Chinesas são presas em Cumbica com ouro em caixas de leite e bombonsChinesas são presas em Cumbica com ouro em caixas de leite e bombons - Foto: Reprodução/ Polícia Federal

Duas chinesas foram presas em flagrante tentando embarcar no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), com barras de ouro e dólares não declarados à Receita Federal. Juntas, as duas transportavam 12,5 kg de ouro que, na cotação atual, equivalem a R$ 1,7 milhão. As ocorrências foram registradas entre domingo (25) e esta segunda-feira (26).

De acordo com a Polícia Federal, a primeira passageira foi flagrada no domingo após sua bagagem levantar suspeita dos agentes da Receita Federal pelo grande volume metálico identificado pelo aparelho de raio-X do aeroporto.

Leia também:
745 kg de cocaína são apreendidos dentro de abacaxis em Portugal


No interior da mala da passageira, os agentes encontraram 9,5 kg de ouro e mais de US$ 100 mil escondidos em caixas de leite. A mulher, de 32 anos, pretendia embarcar para Hong Kong. Ela foi detida e levada para a delegacia da Polícia Federal, no aeroporto de Cumbica. A suspeita possuía RNE (Registro Nacional de Estrangeiro), documento que dá direito à residência temporária de imigrantes no país.

Outra chinesa foi detida nesta segunda. A mulher foi retirada da aeronave onde estava acompanhada por duas crianças após funcionários que operam os aparelhos de raio-X, no porão de bagagens, também identificarem objetos metálicos suspeitos no interior da mala que ela havia despachado.

A Polícia Federal não informou o grau de parentesco entre ela e as crianças.
A suspeita, de 29 anos, transportava dentro de embalagens de bombons pouco mais de três quilos de ouro. Entre pacotes de fraldas, os agentes também localizaram mais de US$ 60 mil e cristais. Ambas as suspeitas vão responder na Justiça por tentativa de iludir o pagamento de impostos e transporte de bens da União sem a devida autorização. As mercadorias foram apreendidas.

A PF não informou se as duas chinesas atuavam juntas. Os casos continuarão sendo investigados pelo setor de inteligência da Polícia Federal.

Veja também

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
boletim

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%
imóveis

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%