Cidade do Rio é eleita melhor destino de praia LGBT da América Latina

Porto Ballarta e Cancún, ambas no México, foram escolhidos o segundo e terceiro melhores destinos

Irah Caldeira comemora 15 anos de carreira no Clube das PásIrah Caldeira comemora 15 anos de carreira no Clube das Pás - Foto: Divulgação

A cidade do Rio de Janeiro recebeu nesta quarta-feira (28) o título de melhor destino de praia para o turismo de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros (LGBT) da América Latina. Foram ouvidos 200 representantes e líderes da comunidade LGBT na 9ª Conferência Internacional de Negócios e Turismo LGBT, em Buenos Aires, durante votação em agosto. A cidade carioca teve 51% dos votos. Em segundo lugar, ficou Porto Ballarta e, em terceiro, Cancún - ambas cidades localizadas no México.

Organizado pela Câmara do Comércio Gay-Lésbica da Argentina, a premiação ocorreu em São Paulo, na 44ª ABAV Expo Internacional de Turismo. A premiação foi dividida em cinco categorias. A cidade de Buenos Aires foi eleita como o destino urbano mais gay friendly (amigável para a comunidade LGBT) da América latina e como melhor destino LGBT na região. Nessa categoria, depois da capital argentina e do Rio, ficou São Paulo. A capital paulista ainda foi vice no prêmio de melhor destino urbano LGBT, atrás, novamente, de Buenos Aires, com 61% dos votos.

"Ficamos muito felizes toda vez que a cidade recebe um prêmio cuja votação é feita pelo público, o que torna ainda mais genuíno o resultado. Melhor ainda quando esse público faz parte de um mercado importante para a cidade, que tanto movimenta a economia, gerando emprego e renda no segmento do turismo", afirmou Antonio Pedro Figueira de Mello, secretário de Turismo do Rio.

Veja também

Anitta, Gagliasso, Emicida e mais famosos criticam Bolsonaro e privatização da saúde
Brasil

Anitta, Gagliasso, Emicida e mais famosos criticam Bolsonaro e privatização da saúde

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU
EM EVENTO NO RECIFE

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU