Crise nos presídios será discutida em reunião no Planalto

Temer convocou representantes da Polícia Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Gabinete de Segurança Institucional e das Forças Armadas

PresídiosPresídios - Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Depois das sucessivas rebeliões em presídios de vários estados que resultaram em mais de 130 mortes, o assunto segurança pública é tema de reunião convocada pelo presidente Michel Temer. Representantes da Polícia Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Gabinete de Segurança Institucional e das Forças Armadas participam de encontro nesta terça-feira (17), no Palácio do Planalto. A ideia é integrar esforços no combate ao crime organizado.

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, discute o assunto também em reunião nesta terça (17) com secretários de Segurança de todo o país. Vai ouvir o relato de cada um sobre a situação carcerária.

Nesta quarta-feira (18) será a vez de os governadores se reunirem com o presidente Michel Temer. Vão assinar acordo se comprometendo a cumprir o Plano Nacional de Segurança Pública. Lançado há pouco mais de dez dias, o plano prevê a construção de, pelo menos, cinco presídios federais, a instalação de bloqueadores de celulares e scaners nas penitenciárias e um mutirão para rever penas e as condições em que se encontram os presos.

Veja também

Após pressão de governadores, vacinação nacional contra Covid é antecipada e começa nesta segunda
Vacina no Brasil

Após pressão de governadores, vacinação nacional contra Covid é antecipada e começa nesta segunda

Depois de anúncio de Pazuello, governadores confirmam início da vacinação nesta segunda
Imunização

Depois de anúncio de Pazuello, governadores confirmam início da vacinação nesta segunda