Cursos on-line: estudantes conciliam o período da quarentena com rotina de estudos

Diversas instituições estão ofertando capacitação gratuita

Cursos onlineCursos online - Foto: Educa Mais Brasil

Com a chegada do Covid-19, o novo coronavírus, muitas pessoas tiveram que adaptar sua vida e rotina, pois foi determinado, pelo Ministério da Saúde, o afastamento social como forma de prevenção. Em razão disso, escolas, faculdades, shoppings, centros comerciais e todos os lugares que poderiam gerar aglomeração e disseminação do vírus foram fechados por determinação dos governantes dos estados. A partir daí, instituições de ensino começaram a ofertar à população cursos gratuitos e totalmente on-line, enquanto que as faculdades e universidades adotaram o ensino EAD para que o período de afastamento social não prejudicasse o semestre dos alunos.

Assim, instituições de ensino como a Udemy, SENAI, Fundação Getúlio Vargas e a Fundação Bradesco disponibilizaram cursos em diversas áreas da educação, de forma gratuita, em suas plataformas digitais. Ao final do curso, os estudantes poderão acessar os certificados. Já a mundialmente conhecida Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, liberou mais de 100 cursos em 14 áreas em sua plataforma on-line.

Esse é o momento que os estudantes podem impulsionar a sua carreira, adquirindo conhecimento de forma gratuita, aliando o tempo em que está em casa devido ao período de isolamento com os estudos. “Já fiz cinco cursos, dois de 40 horas e os outros mais curtos, dei uma pausa para descansar e já comecei mais dois. O fato de ser na on-line, na verdade, é a única possibilidade para mim. Primeiro, por conta do período de isolamento e, segundo, para que eu mesma possa ajustar meus horários”, relata a estudante de pedagogia Rafaela Borges.

Leia também:
SESI-PE oferece cursos EAD gratuitos
Faculdade EAD é uma opção para quem não quer voltar à sala de aula


A estudante não poupa empenho para se dedicar e aponta os benefícios dos cursos em sua carreira e vida. “É mais que investir na formação em casa, é ter com o que ocupar o tempo com algo que de alguma forma vai beneficiar a gente. Ajuda a cuidar da saúde mental, passar o tempo e não perceber o tédio e os medos, foi tipo um acordo que eu fiz com a minha mente”, afirma.

Autodidata, Rafaela sempre buscou aprender, sozinha, assuntos do seu interesse. “Eu estudo atualmente por conta própria marketing digital e design gráfico. Então, quase tudo que eu soube acerca da disponibilidade dos cursos foi por meio dos perfis de agências de marketing que acompanho. E depois que eu percebi a onda de disponibilização, eu comecei a procurar no pinterest e fui achando vários sites com cursos bem legais”, conclui.

Bolsa de até 70% com o Educa Mais Brasil

Você já conhece o Educa Mais Brasil? O Educa é o maior programa privado de incentivo à educação no País, que oferta bolsas de estudo em diversas modalidades de ensino com até 70% de desconto. Acesse o site do Educa e saiba mais, é gratuito!

Veja também

Presidente do Butantan diz que pandemia em 2021 pode ser pior do que em 2020
Declaração

Presidente do Butantan diz que pandemia em 2021 pode ser pior do que em 2020

Fiocruz diz que só deve entregar primeiras doses da vacina em março
Vacina

Fiocruz diz que só deve entregar primeiras doses da vacina em março