Brasil

Doria confirma aumento da velocidade nas marginais em SP a partir desta quarta

Pelo programa, a velocidade nas marginais será aumentada para 90 km/h, 70 km/h e 60 km/h no próximo dia 25 nas pistas expressa, central e local

Prefeito de São Paulo, João DoriaPrefeito de São Paulo, João Doria - Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil (03/10/2016)

O prefeito de São Paulo, João Doria, elogiou nesta terça-feira (24) a decisão da Justiça que liberou o aumento dos limites de velocidade nas marginais da capital paulista. Ele confirmou que, a partir da quarta-feira (25), o programa Marginal Segura entrará em vigor.

"Eu havia anunciado para vocês a nossa confiança de que a liminar seria derrubada, como foi, por uma desembargadora que, de forma muito conscienciosa, analisou todo o projeto, entendeu que não há nenhum risco iminente para a requalificação das velocidades nas marginais”, disse Doria na tarde de hoje após visitar a Fábrica do Samba, na zona oeste.

Pelo programa Marginal Segura, a velocidade nas marginais será aumentada para 90 km/h, 70 km/h e 60 km/h no próximo dia 25 nas pistas expressa, central e local, respectivamente. Novas placas começaram a ser instaladas nas vias na semana passada. Hoje, as velocidades limite são 70km/h, 60km/h e 50km/h.

O prefeito voltou a destacar que o programa Marginal Segura não se limitará ao aumento dos limites de velocidade dos veículos e trará uma série de ações de melhoria da segurança nas marginais, como intervenções para pedestres, ciclistas, motociclistas, e ações educativas e de fiscalização.

Decisão da Justiça

A Justiça de São Paulo concedeu hoje (24) nova liminar liberando o aumento da velocidade nas vias marginais da capital paulista. Na sexta-feira (20), o juiz Luis Manuel Fonseca Pires havia decidido contra o programa da prefeitura que prevê a elevação dos limites nas pistas.

Hoje, a desembargadora Flora Maria Nesi Tossi Silva, da 13ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, acatou o recurso da prefeitura de São Paulo. Para a magistrada, pela Constituição Federal, a administração municipal tem a competência para decidir sobre os assuntos de interesse local.

A proibição do aumento havia sido concedida a partir de uma ação proposta pela Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade). Ao decidir pela suspensão do aumento, o juiz Fonseca Pires argumentou que, como a redução das velocidades alcançou uma diminuição expressiva do número de mortes, não haveria justificativa para uma elevação.

 

 

Veja também

Presidente participa de Marcha para Jesus em Curitiba
Presidente da República

Presidente participa de Marcha para Jesus em Curitiba

Termina neste sábado (21) o prazo de inscrição para o Enem 2022
ENEM 2022

Termina neste sábado (21) o prazo de inscrição para o Enem 2022