Doutor Bumbum e mãe são transferidos para presídio no Rio

Após dois dias foragidos, eles foram presos na tarde de quinta (19) na Barra da Tijuca, zona oeste, e passaram a noite prestando depoimento na delegacia

Dr. Bumbum ao lado da mãeDr. Bumbum ao lado da mãe - Foto: reprodução/PMRJ

O médico Denis Cesar Barros Furtado, 45, o Doutor Bumbum, e sua mãe, Maria de Fátima Furtado, foram transferidos na tarde desta sexta-feira (20) para o presídio de Benfica, na zona norte do Rio de Janeiro.

Após dois dias foragidos, eles foram presos na tarde de quinta (19) na Barra da Tijuca, zona oeste, e passaram a noite prestando depoimento na delegacia. Eles são acusados de envolvimento na morte da bancária Lilian Calixto, 46.

Moradora de Goiás, Lilian morreu no último domingo (15), horas depois de ser submetida a um procedimento estético no glúteo no apartamento do médico, em um condomínio na Barra.

Leia também:
Dr. Bumbum diz que procedimento estético foi correto e justiça será feita
Conselho Regional de Medicina do DF cassa licença de Dr. Bumbum


O médico relatou que a paciente não teve reação à aplicação de 300 ml de PMMA (polimetilmetacrilato) na região do glúteo. Ela teria, no relato dele, ligado mais tarde alegando estar se sentindo mal e foi levada a um hospital privado.

Em entrevista concedida na delegacia, o médico disse que a paciente estava lúcida e apenas com pressão baixa quando chegou à emergência do hospital, por volta das 1h30. Já o hospital contesta a versão e diz que ela chegou em estado grave, por volta das 23h.

Lilian Calixto morreu por suspeita de uma embolia pulmonar. O médico, sua mãe, que atuava como assistente, e a namorada de Denis, que atuava como secretária, irão aguardar o julgamento presos.

A Polícia Civil ainda não divulgou quais crimes serão imputados a cada um deles. Sabe-se até o momento que o procedimento não poderia ser feito em uma residência.

Segundo o portal de notícias G1, Denis e Maria de Fátima foram considerados pela polícia suspeitos da morte do namorado dela, em 1997. O processo foi arquivado em 2017.

O médico, que nas redes sociais diz atender no Rio, em Brasília e em Goiás, tem registro apenas nos conselhos regionais de medicina desses dois últimos locais. Na prática, portanto, ele não estaria habilitado a atender no Rio.

O apelido de Doutor Bumbum nasceu nas redes sociais, onde é popular por postar fotos de pacientes antes e depois de procedimentos estéticos, numa prática condenada pela comunidade médica. Furtado tem 660 mil seguidores no Instagram.

Conforme a Folha de S.Paulo mostrou em reportagem no último dia 18, o procedimento ao qual Lilian foi submetida utiliza um produto que tem alto risco de causar complicações graves e efeitos permanentes.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o PMMA pode ser usado para preenchimento de rugas e para restaurar pequenos volumes de tecido perdidos pelo envelhecimento.

Entretanto, nem a SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) nem a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) recomendam o uso do produto para fins estéticos.

A exceção seria o uso da substância para preenchimento facial em pessoas com HIV/Aids, para corrigir a lipodistrofia (distribuição incorreta da gordura no corpo) causada pelos medicamentos.

A recomendação do Conselho Federal de Medicina é que o PMMA não seja utilizado em grandes quantidades, que podem gerar reações como inflações, nódulos, necrose e até a morte. A defesa do médico nega que ele tenha incorrido em práticas irregulares e diz que ele tem sido vítima de julgamento pela imprensa.

Veja também

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)

À frente do combate à Covid-19, presidente da Vigilância Sanitária morre vítima da doença em Manaus
Coronavírus

À frente do combate à Covid-19, presidente da Vigilância Sanitária morre vítima da doença em Manaus