Estudante é eliminada do Enem após ser flagrada com celular em pacote de biscoito

A candidata fazia prova na escola municipal Professora Mariana das Graças da Silva Aguiar, em Capitão Poço, no Pará

Diogo MoraesDiogo Moraes - Foto: Mandy Oliver/Folha de Pernambuco

Uma estudante foi flagrada com celular escondido em um pacote de biscoito, durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no sábado (5). O caso foi confirmado neste domingo (6) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A candidata fazia prova na escola municipal Professora Mariana das Graças da Silva Aguiar, em Capitão Poço (PA).

Segundo o Inep, as informações foram confirmadas pela coordenadora do Enem no local. A participante foi eliminada do exame e foi registrado boletim de ocorrência. O Inep diz ainda que cabe a polícia proceder com as investigações e não confirma se a estudante fazia parte de algum esquema de tentativa de fraude.

De acordo com a Polícia Civil do município, a estudante foi encaminhada ao local, prestou depoimento e foi liberada em seguida.

Pelas regras do Enem, ao entrarem nas salas de prova, os estudantes recebem envelopes porta-objetos, onde devem colocar objetos como celulares, objetos eletrônicos e outros que possam comprometer a lisura das provas. O envelope deve ser lacrado e colocado embaixo da carteira. Candidatos que forem pegos portando esses objetos ou que postarem fotos ou mensagens dentro dos locais de prova serão desclassificados.

Neste final de semana, mais de 8 milhões de candidatos fazem o Enem em todo o país. As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Veja também

237 mil trabalhadores com salário reduzido têm atraso em benefício do governo
economia

237 mil trabalhadores com salário reduzido têm atraso em benefício do governo

Covid-19: Brasil tem 157,9 mil mortes e 5,43 milhões de casos
boletim

Covid-19: Brasil tem 157,9 mil mortes e 5,43 milhões de casos