Exército usa 3.400 homens em ação contra roubo de carga no Rio

Operação foi deflagrada por volta das 3h da manhã, quando integrantes do Core entraram numa das comunidades do complexo e deram início a um tiroteio.

Militares durante operação em rodovia no Rio de JaneiroMilitares durante operação em rodovia no Rio de Janeiro - Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

O Exército realiza, na manhã desta terça-feira (27), uma operação para combater o roubo de cargas no Complexo do Lins, na zona norte do Rio. Desde a madrugada, cerca de 3.400 militares das Forças Armadas atuam na ação, que conta com blindados e helicópteros.

A estrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das vias mais movimentadas da cidade, está fechada. Segundo o Comando Militar do Leste (CML), a ação envolve cerco, estabilização dinâmica da área e desobstrução de vias. O espaço aéreo da região foi fechado.

A Polícia Civil também cumpre mandados de prisão. A operação foi deflagrada por volta das 3h da manhã, quando integrantes do Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), grupo de elite da Polícia Civil, entrou numa das comunidades do complexo e deu início a um tiroteio.

Leia também:
Defensoria do Rio orienta morador de favela sobre seus direitos durante operações
Ações do Exército ignoram áreas de milícias no Rio


O Exército ainda não divulgou um balanço da operação. No ano passado, o Exército realizou uma operação semelhante no Complexo do Lins e não obteve sucesso. A operação vazou e traficantes da região conseguiram fugir das comunidades.

O Complexo do Lins é uma das regiões mais violentas da cidade. Além do tráfico de drogas, bandidos da região também são praticam roubos de cargas e veículos na região. Nesta terça, o Exército também vai ocupar pontos turísticos e regiões movimentadas da cidade.

Militares vão reforçar o patrulhamento na praia de Copacabana, Aterro do Flamengo e na avenida Rio Branco. As regiões não são as mais conflagradas da cidade. A intenção é dar visibilidade ao trabalho dos interventores. Desde fevereiro, o Exército comanda a Segurança Pública do Rio. Nesta manhã, o Exército fará inspeções em três batalhões da PM.

Veja também

Faculdades particulares têm 1% de cursos com nota máxima no Enade 2019
Educação

Faculdades particulares têm 1% de cursos com nota máxima no Enade 2019

Ministério da Agricultura: fábrica da Backer continua interditada
Brasil

Ministério da Agricultura: fábrica da Backer continua interditada