'Fui infeliz', diz Crivella sobre culpar a população pelas enchentes no Rio

A declaração foi dada em sua conta no Twitter em resposta a uma crítica do deputado federal Marcelo Freixo

Prefeito do Rio Marcelo CrivellaPrefeito do Rio Marcelo Crivella - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), afirmou nesta terça-feira (3) que foi "infeliz" ao culpar grande parte da população pelas enchentes que atingiram principalmente a zona oeste da cidade.

A declaração foi dada em sua conta no Twitter em resposta a uma crítica do deputado federal Marcelo Freixo (Psol), que pretende disputar neste ano o cargo contra Crivella.

"Com respeito a por a culpa na população, isso você tem razão, fui infeliz quando disse que há uma grande maioria jogando lixo nas encostas, beira de rio e bueiros. Isso deu margem a interpretações diferentes da minha intenção. Perfeito só o Psol, né Freixo?!", escreveu o prefeito.

Leia também:
Crivella é atingido por bola de lama após criticar moradores por lixo
Bolsonaro diz gostar de Crivella, mas evitar declarar apoio a ele para 2020 no Rio
Entidades pedem R$ 1 mi de indenização a Crivella por censura a livro com beijo gay
 

O deputado criticava a redução nos gastos com controle de enchentes e contenção de encostas, o que foi refutado por Crivella. "Em vez de assumir a sua responsabilidade o prefeito continua culpando as vítimas das chuvas", escreveu Freixo.

A discussão gira em torno de declarações dadas no domingo (1º) e na segunda-feira (2) pelo prefeito. No domingo, ele afirmou que algumas pessoas preferem morar irregularmente perto de canais "para gastar menos tubo e colocar cocô e xixi e ficar livre daquilo".

No dia seguinte, declarou que "a culpa é de grande parte da população que joga lixo nos rios correntemente". Antes de considerar a declaração "infeliz", o prefeito optou por reclamar da imprensa ao relatar suas falas. "Mais uma vez a CBN, a Rede Globo, porque não quero dar dinheiro para eles, fica deturpando aquilo que a gente fala."

Três pessoas morreram na capital em decorrência das chuvas que atingiram a cidade desde a noite de sábado (29). Apesar do recuo, o prefeito disse que, "infelizmente há uma parcela que joga lixo em local inadequado, o que causa transtorno para [a] maioria".

Veja também

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia
Boletim Pandemia

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia

Defensoria pede adiamento do 2º dia de prova do Enem por falta de segurança
Enem 2020

Defensoria pede adiamento do 2º dia de prova do Enem por falta de segurança