Brasil

Governadores do Nordeste falam em impeachment de Bolsonaro

No Twitter, Flavio Dino fez referência ao processo que culminou com o afastamento de Fernando Collor de Mello em 1992

Governador do Maranhão, Flávio DinoGovernador do Maranhão, Flávio Dino - Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Dois governadores do Nordeste defenderam o impeachment de Jair Bolsonaro após a demissão do ministro Sergio Moro (Justiça).

Em video enviado a colegas, o governador  do Piauí Wellington Dias (PT-PI) afirma que "é impeachment ou renúncia". "A situação é grave e o presidente Bolsonaro perdeu a capacidade de liderar o país", disse. "Há crimes em investigação no Congresso Nacional e no STF, agora ou é renúncia ou é o impeachment. Não há escolha, é o Brasil que tem que ser colocado em primeiro lugar."

Leia também:
Nem direita radical fica com Bolsonaro na demissão de Moro
Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pede renúncia de Bolsonaro
Secretário do Consumidor coloca cargo à disposição após saída de Moro

No Twitter, o governador do Maranhão, Flavio Dino (PC do B-MA) fez referência ao processo que culminou com o afastamento de Fernando Collor de Mello em 1992. "Moro está para Bolsonaro como o Fiat Elba esteve para Collor. A prova que faltava. Agora não falta mais."

Veja também

Polícia investiga se belga foi dopado antes de ser morto por cônsul
Rio de Janeiro

Polícia investiga se belga foi dopado antes de ser morto

Operação Guardiões do Bioma apreende 23,9 toneladas de minério
Investigação

Operação Guardiões do Bioma apreende 23,9 toneladas de minério