Governo do Amazonas confirma troca no comando da PM e anuncia substituto

Esta é a quarta troca no comando da PM do estado em dois anos

Policiais militares em ManausPoliciais militares em Manaus - Foto: Márcio Silva/AFP

O governo do Amazonas confirmou oficialmente nesta segunda-feira (16) a saída do comandante-geral da Polícia Militar do estado, Augusto Sérgio Pereira, antecipada pela Agência Brasil, e anunciou a entrada do coronel David de Souza Brandão. Esta é a quarta troca no comando da PM do estado em dois anos. Brandão ocupava o cargo de secretário-executivo adjunto da Casa Militar do governo estadual.

Leia mais:Comandante-geral da PM do Amazonas é afastado do cargo

Segundo fontes próximas ao governo, Pereira teve uma atuação “apática” desde o início da crise penitenciária do estado, nos dois primeiros dias de janeiro. Sequer foi ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) durante a rebelião, que terminou com 56 mortos. O governador também trocou o subcomandante-geral da corporação. Saiu o coronel Euler Carlos Cordeiro e, em seu lugar, foi nomeado o coronel Walter Rodrigues da Cruz.

A crise penitenciária no Amazonas foi deflagrada no dia 1º de janeiro de 2017, quando 56 presos foram assassinados no Compaj. Além disso, cinco funcionários do complexo foram mantidos reféns, mas liberados posteriormente. Na última sexta-feira (13), o secretário de Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, pediu demissão do cargo, dando lugar a Cleiman Rabelo.

Veja também

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia
Enem 2020

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia

No primeiro dia, cem são vacinados no Hospital das Clínicas
Coronavírus

No primeiro dia, cem são vacinados no Hospital das Clínicas