Governo libera R$ 600 mil para ajudar venezuelanos em município de Roraima

Entre janeiro e fevereiro de 2018, mais de 24 mil venezuelanos entraram no país pelo posto da Polícia Federal em Pacaraima

Venezuelanos cruzam a fronteiraVenezuelanos cruzam a fronteira - Foto: UNHCR/Boris Heger/Nações Unidas

O Ministério do Desenvolvimento Social autorizou, nesta segunda-feira (12), o repasse emergencial de R$ 600 mil à prefeitura de Pacaraima para garantir ajuda a até 250 dos imigrantes venezuelanos que estão na região. O município de Roraima fica na fronteira com a Venezuela e é uma porta de entrada para imigrantes que fogem da crise econômica e social no país vizinho. Entre janeiro e fevereiro de 2018, mais de 24 mil venezuelanos entraram no país pelo posto da Polícia Federal em Pacaraima.

Leia também:
Temer assina MP com ações emergenciais para venezuelanos em Roraima
Governo fará censo de migrantes venezuelanos no Brasil

A portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União e prevê que o valor será depositado nas contas de Pacaraima em parcela única. A partir do recebimento dos recursos, a prefeitura terá 30 dias para apresentar um plano de trabalho com a “previsão de atendimento físico-financeiro e o cronograma de atividades com metas a serem atingidas” e deve gastar o montante em até 6 meses. Caso a prefeitura não envie o plano, o valor deverá ser devolvido ao governo federal.

Veja também

BNDES antecipa voto em assembleia da JBS para pressionar por ação contra irmãos Batista
Economia

BNDES antecipa voto em assembleia da JBS para pressionar por ação contra irmãos Batista

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção
Aborto

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção