Há mais de 30 dias refém, empresário é resgatado pela polícia em SP

Três pessoas foram presas sob a suspeita de participação do crime

Fachada da ChesfFachada da Chesf - Foto: Mandy Oliver/Folha de Pernambuco

A Polícia Civil de São Paulo resgatou na tarde desta segunda-feira (7) o empresário Belarmino de Ascenção Marta, 79, que era mantido refém há mais de 30 dias.

O empresário do ramo de transportes estava em uma casa em Parelheiros, na zona sul de São Paulo. Segundo policiais, ele estava bastante abatido, mas sem ferimentos graves.

Três pessoas foram presas sob a suspeita de participação do crime.

Não houve pagamento de resgate. O pedido inicial dos criminosos era de R$ 20 milhões.

Belarmino foi sequestrado na região de Campinas no começo do mês passado, quando seguia de casa para uma de suas empresas.

A investigação contou com a participação de equipes de São Paulo e de Campinas. Os detalhes dessa operação devem ser fornecidos pela polícia ainda nesta terça (8).

Grupo Belarmino

O empresário é o fundador do Grupo Belarmino, segundo maior grupo que trabalha com transporte público no Estado de São Paulo.

Português, ele chegou a São Paulo em 1952, com 14 anos, e trabalhou na adolescência com a família vendendo verduras no mercado municipal. Sua família comprou uma frota de caminhões e passou a investir no transporte de verduras para Santos e Rio de Janeiro.

Marta decidiu partir para o ônibus na década de 60, quando esse tipo de transporte começou a ocupar o espaço deixado pelos antigos bondes.

Veja também

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
boletim

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%
imóveis

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%