Homem é atropelado por trem e foge de hospital preso à maca

Ele estava internado no local após ser atropelado por um trem no dia anterior

O homem estava internado no local após ser atropelado por um trem no dia anteriorO homem estava internado no local após ser atropelado por um trem no dia anterior - Foto: Reprodução/Twitter

Um paciente de 40 anos fugiu de um hospital no Paraná, ainda preso à maca, no início da manhã desta sexta-feira (30). Ele estava internado no local após ser atropelado por um trem no dia anterior.

Segundo a prefeitura de Ponta Grossa, o paciente só retornou ao hospital municipal da cidade após intervenção da GCM (Guarda Civil Municipal). A secretaria municipal de Saúde disse que o homem deu entrada no hospital à 0h06 desta sexta-feira. "Ele recebeu atendimento, fez raio-X, passou pelos procedimentos e estava em observação", diz trecho de nota.

Porém, durante a troca de plantão médico, no início da manhã, o paciente saiu do hospital. O médico plantonista tentou impedir o paciente, acrescentou a prefeitura, mas o homem continuou andando preso à maca. O paciente, ainda segundo a gestão municipal, estava "super agressivo."

Leia também: 
Jovem leva cabeçada de bode ao tentar fazer selfie; assista ao vídeo
Mulher é morta por levar doce em vez de salgado a festa junina
Mulher esfaqueia companheiro após ele se atrasar para almoço

Após retornar ao hospital, o homem foi submetido a uma avaliação ortopédica. Ele permanecia internado no local até a publicação desta reportagem.

A prefeitura de Ponta Grossa disse que o paciente foi atropelado por um trem, por volta das 23h20 desta quinta-feira (29), na altura do número 1.694 da rua Visconde de Sinimbu. Ele sofreu ferimentos moderados. O condutor do trem ainda não foi identificado. 

Veja também

Apesar de pressão, sindicatos de professores não conseguem impedir reabertura de escolas no País
Educação

Apesar de pressão, sindicatos de professores não conseguem impedir reabertura de escolas no País

Letalidade da Covid-19 no Brasil está em torno de 3%
Coronavírus

Com quase 137 mil mortos pela Covid-19, Brasil tem taxa de letalidade em torno de 3%