Homenagem na APL com nomes de peso

Poeta Marcos Accioly relançou “Nordestinados”, prestigiado por colegas como o gaúcho Carlos Nejar, da ABL

Ex-presidente fará a primeira visita ao Estado após ser condenado na Lava Jato por Sérgio MoroEx-presidente fará a primeira visita ao Estado após ser condenado na Lava Jato por Sérgio Moro - Foto: Ricardostuckert/ABr

O lançamento da 4ª edição de “Nordestinados”, do poeta Marcus Accioly, foi prestigiado na última segunda-feira (15), na Academia Pernambucana de Letras. O título, lançado há 45 anos, volta sob o mesmo entusiasmo dos amantes da poesia. Carlos Nejar, renomado escritor gaúcho e membro da Academia Brasileira de Letras, veio especialmente ao Recife para participar do relançamento. Nejar considera Accioly um dos maiores poetas da atualidade.

“Este é um dos maiores poetas deste nosso tempo. Eu não digo isso porque ele é meu amigo, mas porque sou amigo da verdade”, elogiou Nejar. “Não há mais esta dita poesia erudita quando ela é cantada, quando ela se tona coletiva. O poeta é a fala de um povo. Às vezes dizem que o poeta é um golpe do acaso, mas não há acaso no espírito”, continuou.

Para a presidente da Casa, a escritora e desembargadora Margarida Cantarelli, a obra de Accioly é atual e canta o amor à terra. “E isso faz de Marcus um poeta especial, que traz em cada verso um pedacinho de nós, das nossas raízes”, comentou. Entre os presentes, a vice-presidente Luzilá Gonçalves e os acadêmicos Rostand Paraíso, José Paulo Cavalcanti e Maria Lecticia Cavalcanti. Esta edição de “Nordestinados” vem acompanhada por um CD com 12 composições de Accioly com o músico César Barreto - ambos pela editora Bagaço.

“Todos devem imaginar a dificuldade que estou sentindo agora com a presença desse meu amigo”, disse Accioly sobre Nejar. “Ele vem falar sobre um poeta que há um ano está recolhido à Ilha de Itamaracá, com uma chikungunya horrível”, brincou o poeta. Marcus Accioly tem 14 livros publicados e outros 20 inéditos.

Veja também

Ministério da Agricultura: fábrica da Backer continua interditada
Brasil

Ministério da Agricultura: fábrica da Backer continua interditada

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro
Covid-19

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro