Homens são presos com R$ 1,8 mi e oferecem R$ 800 mil a policiais

Policiais faziam operação quando receberam a proposta

Bairro de Pinheiros, em São PauloBairro de Pinheiros, em São Paulo - Foto: Divulgação/Ademilar

Policiais militares prenderam dois homens com cerca de R$ 1,8 milhão dentro de um carro na região de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, por volta das 19h da última quinta-feira (1º).

Os policiais faziam uma operação na rua Sumidouro quando desconfiaram de dois homens em um carro. Durante a vistoria ao veículo, eles encontraram o dinheiro dentro de uma mochila e de uma caixa de papelão. Os dois suspeitos não apresentaram nenhum documento comprovando a origem do dinheiro. Segundo a PM, eles ofereceram R$ 800 mil aos militares para que fossem liberados.

Leia também:
Um em cada três latino-americanos paga suborno por serviços públicos
Tentativa de assalto a banco tem dois mortos e clientes feitos reféns no Rio


O dinheiro foi apreendido e os dois homens, presos. O caso será investigado pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Transportar grandes valores em espécie não é crime no país, desde que o montante tenha sua origem comprovada.

Segundo Ademar Gomes, presidente da Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de São Paulo, a verificação pode ser feita com demonstrativos do Imposto de Renda e documentos que atestem, por exemplo, que o valor transportado saiu de uma transação comercial.

"Durante o transporte, a pessoa precisa estar com essa documentação em mãos", orienta Gomes.

Caso contrário, durante uma abordagem policial surpresa, o dinheiro será apreendido e ficará sob a guarda da polícia até que seja confirmada sua legalidade.

Veja também

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
boletim

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%
imóveis

Vendas de imóveis batem novo recorde em agosto com alta de 64%