Imprensa internacional destaca ataque de atirador em Campinas

Episódio aconteceu nesta terça-feira em Catedral Metropolitana e vitimou 5 pessoas

Captura de vídeo da câmera interna da Catedral de CampinasCaptura de vídeo da câmera interna da Catedral de Campinas - Foto: Reprodução/Twitter

A tragédia ocorrida em Campinas, a 98 quilômetros de São Paulo, em que Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, atirou contra quatro pessoas e depois tirou a própria vida enquanto todos rezavam na Catedral Metropolitana foi destaque na imprensa internacional.

Emissoras, agências online e jornais da Europa, Estados Unidos, China e do Oriente Médico detalharam o episódio:

A CNN (Cable News Network), nos Estados Unidos, detalhou o ataque de terça-feira (11) à tarde e disse que, entre as vítimas, havia três homens e uma mulher. A emissora deu crédito à Agência Brasil.

Leia também:
Atirador mata quatro pessoas em Campinas
Atirador de Campinas trabalhou em Promotoria de SP
Homem de 84 anos está em estado grave após tiroteio


O jornal norte-americano New York Times informou o drama das pessoas que tentavam escapar da morte.

A agência de notícias DW, da Alemanha, ressaltou que a maioria das vítimas era de idosos. Eles estavam rezando na catedral.

A agência chinesa estatal Xinhua detalhou que o atirador estava armado com duas armas e disparou pelo menos 20 vezes antes que a polícia o confrontasse e ele tirasse a própria vida.

O principal jornal francês, Le Monde, informou que o atirador usou duas armas, incluindo uma pistola calibre 38, e também feriu outras três pessoas.

A emissora do Oriente Médio Al Jazeera divulgou imagens das câmeras de segurança e detalhou a perplexidade da Arquidiocese de Campinas e a brutalidade do ataque.

Veja também

Oito atletas desfalcam Santa por conta da Covid-19
Série C

Oito atletas desfalcam Santa por conta da Covid-19

Pesquisadores desenvolvem testes rápidos para diagnóstico de Covid-19
Saúde

Pesquisadores desenvolvem testes rápidos para diagnóstico de Covid-19