Irmão defende madrasta de acusação de cárcere privado

Ele disse que a mãe não sabia de nada pois fazia tratamento médico fora da cidade - mas não disse onde

Jarbas VasconcelosJarbas Vasconcelos - Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha

 

O irmão de criação de Armando Bezerra de Andrade, 36 anos, disse, em depoimento à Polícia Civil, que sua mãe não sabia que Andrade ficou trancado no quarto de uma casa em Guarulhos (Grande SP). A vítima foi resgatada por policiais na última quinta-feira. O pai (Amâncio de Andrade), a madrasta e o irmão de criação da vítima foram indiciados sob suspeita de maus-tratos e cárcere privado. Eles irão responder em liberdade.

O irmão de criação disse que a mãe não sabia de nada pois fazia tratamento médico fora da cidade - mas não disse onde. Segundo o delegado Celso Marchiori, titular do 8º DP (Cumbica), o suspeito deu uma versão diferente do depoimento dos outros dois suspeitos. Porém, também afirmou que o irmão de criação é usuário de drogas e pediu para ser trancado (esta, versão do pai).

A madrasta disse que o enteado tinha liberdade de sair quando quisesse e que tinha voltado havia pouco tempo após ficar anos fora. O pai disse que o filho havia voltado na outra segunda-feira. O delegado diz que não acredita que o homem tenha ficado só quatro dias nem muitos anos trancado. A reportagem não localizou o advogado dos suspeitos.

 

Veja também

Após ação do Facebook sobre fake news, Bolsonaro diz ser vítima de perseguição
brasil

Após ação do Facebook sobre fake news, Bolsonaro diz ser vítima de perseguição

Cidadania e Receita ampliam fiscalização do auxílio emergencial
auxílio emergencial

Cidadania e Receita ampliam fiscalização do auxílio emergencial