Irmão defende madrasta de acusação de cárcere privado

Ele disse que a mãe não sabia de nada pois fazia tratamento médico fora da cidade - mas não disse onde

Jarbas VasconcelosJarbas Vasconcelos - Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha

 

O irmão de criação de Armando Bezerra de Andrade, 36 anos, disse, em depoimento à Polícia Civil, que sua mãe não sabia que Andrade ficou trancado no quarto de uma casa em Guarulhos (Grande SP). A vítima foi resgatada por policiais na última quinta-feira. O pai (Amâncio de Andrade), a madrasta e o irmão de criação da vítima foram indiciados sob suspeita de maus-tratos e cárcere privado. Eles irão responder em liberdade.

O irmão de criação disse que a mãe não sabia de nada pois fazia tratamento médico fora da cidade - mas não disse onde. Segundo o delegado Celso Marchiori, titular do 8º DP (Cumbica), o suspeito deu uma versão diferente do depoimento dos outros dois suspeitos. Porém, também afirmou que o irmão de criação é usuário de drogas e pediu para ser trancado (esta, versão do pai).

A madrasta disse que o enteado tinha liberdade de sair quando quisesse e que tinha voltado havia pouco tempo após ficar anos fora. O pai disse que o filho havia voltado na outra segunda-feira. O delegado diz que não acredita que o homem tenha ficado só quatro dias nem muitos anos trancado. A reportagem não localizou o advogado dos suspeitos.

 

Veja também

Brasil confirma primeiro caso de gato infectado pelo coronavírus
Coronavírus

Brasil confirma primeiro caso de gato com o vírus

Criminosos sequestram trem na Zona Norte do Rio de Janeiro
Violência

Criminosos sequestram trem na Zona Norte do Rio de Janeiro