Justiça manda soltar filho do pedreiro Amarildo

Rapaz foi preso em flagrante em outubro de 2017, e denunciado por posse de drogas e de arma e de associação ao tráfico

AlgemasAlgemas - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O juiz Roberto Câmara Lacé Brandão, da 31ª Vara Criminal, determinou o relaxamento da prisão de Amarildo Gomes da Silva, filho do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, assassinado na Rocinha em 2013, cujo corpo não foi encontrado até hoje. O rapaz foi preso em flagrante em outubro de 2017, e denunciado por posse de drogas e de arma e de associação ao tráfico.

Leia também:
Filho de pedreiro Amarildo é preso na Rocinha por suspeita de tráfico


De acordo com o juiz, o prazo da prisão preventiva foi extrapolado, já que o Ministério Público estadual ainda não apresentou na denúncia as provas que justifiquem a permanência de Amarildo na cadeia.

Na decisão, determinando a soltura do réu, o juiz Roberto Câmara observa que, "passados mais de três meses, a prova oral acusatória sequer foi iniciada, sendo que as delongas na instrução não podem ser atribuídas nem ao réu, nem a sua defesa técnica. A custódia cautelar sendo mantida nessas condições, estaria a ensejar inegável constrangimento ilegal por excesso de prazo”.

Veja também

Traficantes de fósseis encontrados no Ceará são alvo de operação da PF
Investigação

Traficantes de fósseis encontrados no Ceará são alvo de operação da PF

Contratação de temporários para fim de ano será tímida
Comércio

Contratação de temporários para fim de ano será tímida