A-A+

Lula comunica à Justiça que viajará por França, Suíça e Alemanha

Como está solto por determinação do STF, que considerou ilegal a prisão depois de condenação em segunda instância, o ex-presidente não precisa de autorização judicial para viaja

Ex-presidente LulaEx-presidente Lula - Foto: Paulo Pinto/FotosPublicas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comunicou à Justiça que estará fora do Brasil de 29 fevereiro a 12 de março. O petista viajará à França, à Suíça e à Alemanha. A viagem começa por Paris, capital francesa onde ele ficará até 5 de março para receber o título de cidadão honorário da cidade.

De 5 a 7 de março, ele estará em Genebra, na Suíça, para encontros com lideranças sociais e de trabalhadores no âmbito do Conselho Mundial de Igrejas. De 7 a 11 de março, Lula ficará em Berlim, em solo alemão, para encontro com lideranças do movimento sindical mundial.

Como está solto por determinação do STF (Supremo Tribunal Federal), que considerou ilegal a prisão depois de condenação em segunda instância, o ex-presidente não precisa de autorização judicial para viajar.

Leia também:
Lula depõe em inquérito requisitado por Moro por ofensas a Bolsonaro
Lula se encontra com papa Francisco e cita 'conversa sobre mundo mais justo' 

Seguindo uma praxe, no entanto, a defesa sempre comunica os magistrados que ele se ausentara do país. É a segunda viagem internacional de Lula desde que saiu da prisão. A primeira foi para encontrar o papa Francisco, no Vaticano.

Veja também

Vendaval derruba torres e deixa 13 cidades sem luz no Triângulo Mineiro
CLIMA

Vendaval derruba torres e deixa 13 cidades sem luz no Triângulo Mineiro

Seis corpos são achados após barco turístico naufragar no Pantanal; 1 segue desaparecido
ACIDENTE

Seis corpos são achados após barco turístico naufragar no Pantanal; 1 segue desaparecido