A-A+

Morre, aos 83 anos, Dom Moacyr Grechi

O arcebispo faleceu na segunda-feira (17), em Porto Velho, capital de Rondônia

Dom Moacyr GrechiDom Moacyr Grechi - Foto: Reprodução/ Internet

O arcebispo emérito desde 1972, Dom Moacyr Grechi, morreu na tarde da segunda-feira (17), em Porto Velho, capital do Estado de Rondônia.

Com o lema episcopal: “O último de todos e o servo de todos”, o arcebispo já defendeu diversas causas, em defesa dos indígenas, dos seringueiros e dos trabalhadores rurais. Além de ter sido um dos criadores do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e da Comissão Pastoral da Terra (CPT), entidade que presidiu por oito anos.

Atuou ainda como delegado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na Conferência de Aparecida em maio de 2007 e era membro da Comissão da Amazônia, embora nos últimos tempos estivesse afastado devido ao seu estado de saúde.

Leia também:
Arcebispo do Rio de Janeiro nega denúncia de Sérgio Cabral
Francisco proclama santos o papa Paulo VI e o arcebispo Romero


O velório do Dom Moacyr ocorreu nesta terça-feira (18), às 6h, na Catedral Metropolitana de Porto Velho. Durante o dia,  houve três missas em celebração ao arcebispo. Já o sepultamento será seguido da Santa Missa Exequial, às 9h, da quarta-feira (19).

Veja também

Bolsonaro pinta na ONU retrato distorcido do Brasil em discurso para base radical
ONU

Bolsonaro pinta na ONU retrato distorcido do Brasil em discurso para base radical

Bolsonaro se encontra com presidente polonês ultraconservador, Andrzej Duda
Assembleia-Geral da ONU

Bolsonaro se encontra com presidente polonês ultraconservador, Andrzej Duda