Mulher é morta por levar doce em vez de salgado a festa junina

Segundo a polícia, ao levar um bolo, Vanderléia Inácio dos Santos provocou uma discussão com o acusado pelo crime, um homem de 47 anos

Vanderléia dos Santos foi morta em uma festa junina em Sete Barras, em SP Vanderléia dos Santos foi morta em uma festa junina em Sete Barras, em SP  - Foto: Reprodução Facebook

Uma dona de casa de 25 anos foi assassinada com três tiros no rosto pelo fato de ter levado um bolo em uma festa junina. O crime ocorreu na noite do último dia 15 em Sete Barras (203 km de SP).

Segundo a polícia, Vanderléia Inácio dos Santos teria combinado de levar salgados ao evento. Porém, acabou levando um bolo, o que provocou uma discussão com o acusado pelo crime, um homem de 47 anos.

Ambos discutiram em um bar, segundo uma testemunha disse à polícia. Após o entrevero, o acusado foi até seu carro, pegou uma arma de fogo e atirou em Vanderléia. O homicídio ocorreu na frente dos quatro filhos da vítima. As crianças contam com 8, 6 e 4 anos, além de um bebê de 10 meses. O atirador fugiu em seguida.

Leia também:
Diversificado, São João de Caruaru tem DJ Alok na noite desta sexta
Estrutura montada para o São João de Carpina desaba duas vezes no mesmo dia 

O acusado se apresentou à polícia na quarta-feira (19). Ele não foi preso, pois o limite de tempo para sua prisão em flagrante já havia sido ultrapassado.

O caso foi registrado como homicídio qualificado na delegacia da cidade. 

Veja também

Brasil registra 209,9 mil mortes e 8,48 milhões de casos da Covid-19
Coronavírus

Brasil registra 209,9 mil mortes e 8,48 milhões de casos da Covid-19

Pazuello diz que tem vacina em mãos e acusa Doria de marketing
Governo

Pazuello diz que tem vacina em mãos e acusa Doria de marketing