Número de mortos em acidente no Paraná sobe para 21; sete ainda estão internados

Mulher de 51 anos estava internada em hospital universitário e morreu devido às queimaduras que sofreu na batida

TRE-PETRE-PE - Foto: Divulgação

Morreu na tarde desta quarta-feira (2) mais uma passageira do ônibus que bateu em um caminhão entre os municípios de Cafezal do Sul e Iporã (a 610 km de Curitiba), no noroeste do Paraná, na última segunda (31). Com isso, subiu para 21 o número de mortos no acidente - a maioria carbonizada.

Claudete Brasilina Marcato, 51, estava internada no hospital universitário da UEL (Universidade Estadual de Londrina) e morreu em decorrência das queimaduras que sofreu na batida, informou a unidade nesta quinta (3). Sete pessoas permanecem internadas no hospital de Umuarama (a 562 km de Curitiba).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Altônia (cidade de onde o ônibus havia saído), Marcato havia sido transferida para Londrina no dia 1° de novembro. O corpo dela será velado na Igreja Católica e enterrado nesta quinta no Cemitério Municipal de Altônia, onde morava com a família.

A secretaria informou que ainda há sete pessoas internadas no Hospital Cemil, em Umuarama. Elas eram pacientes, com seus acompanhantes, que passariam por cirurgia de catarata na cidade vizinha, Umuarama.

IDENTIFICAÇÃO


A identificação oficial das outras vítimas levará alguns dias devido à necessidade de exame de DNA . Com isso, não há previsão de liberação dos corpos pelo IML (Instituto Médico Legal) de Umuarama. O material genético dos familiares das vítimas, porém, já foi coletado. Até o momento, apenas duas pessoas foram reconhecidas.

Uma das vítimas foi o caminhoneiro Sérgio Scaravonatto, 50, morador da cidade de Pato Bragado (oeste do Paraná), reconhecido pelo cunhado, Leomar Rohden, que é vice-prefeito de Pato Bragado (PR). Scaravonatto trabalhava para uma empresa de laticínio, era casado e tinha duas filhas. A segunda foi Virgilina Tenório Martins, que morreu com o impacto da batida.

Veja também

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP
Tragédia

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP

Embaixadora das Filipinas no Brasil é chamada de volta ao país após maltratar funcionária
Mundo

Embaixadora das Filipinas no Brasil é chamada de volta ao país após maltratar funcionária