Onze dos 27 presos são recapturados após fuga em Franco da Rocha

Detenção semiaberta não tem vigilância armada, não é cercada por muralhas e os presos podem sair da unidade

Presidente da OAB - PE, Bruno Baptista é entrevistado da Rádio Folha FM Presidente da OAB - PE, Bruno Baptista é entrevistado da Rádio Folha FM  - Foto: cortesia

Subiu para 11 o número de presos recapturados que fugiram do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. No total, 27 presos fugiram na madrugada desta terça-feira (27), de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do estado.

Leia mais:
» Penitenciária de Franco da Rocha registra fuga de 27 presos em SP


Os presos serraram as grades das celas e conseguiram pular o muro da unidade, que funciona em regime semiaberto. Os recapturados vão regredir para o regime fechado.

A detenção semiaberta não tem vigilância armada, não é cercada por muralhas e os presos podem sair para trabalhar e estudar mediante autorização judicial.

Os fugitivos não tiveram o benefício da saída temporária de Natal e Ano Novo. A fuga ocorreu às 3h e a Polícia Militar foi imediatamente acionada. As buscas continuam com auxílio dos agentes penitenciários e da Guarda Civil.

Veja também

Alunos pobres e pretos são mais afetados emocionalmente na pandemia, diz Datafolha

Alunos pobres e pretos são mais afetados emocionalmente na pandemia, diz Datafolha

Venda de antidepressivos cresce na pandemia e liga alerta para sofrimento mental
Pandemia

Venda de antidepressivos cresce na pandemia e liga alerta para sofrimento mental