Pernambuco terá duas chapas nas eleições do Conselho Federal de Medicina

A escolha dos novos representantes acontece no dia 28 de agosto, por voto direto, ou por correspondência

Oftalmologista Antônio Jordão, responsável pela nova chapaOftalmologista Antônio Jordão, responsável pela nova chapa - Foto: Divulgação

Após 15 anos com uma chapa única na eleição de representantes do Conselho Federal de Medicina, médicos pernambucanos têm outra opção de voto. A chapa 2, chamada “Dignidade Médica”, formada pelo oftalmologista Antônio Jordão e a pediatra Tilma Belfort concorre, no dia 28 de agosto, com a chapa 1, formada pela a reumatologista e médica do trabalho Helena Carneiro Leão e o urologista André Soares Dubeux, ambos ex-presidentes do Conselho Regional de Medicina (Cremepe).

A nova chapa é contra a abertura de novas escolas, defendendo moratória de cinco anos para novas escolas; fechamento de cursos de formação ruim; e acompanhamento das escolas boas com um sistema de acreditação construído pelo CFM. Ela pretende escutar o que a categoria tem a dizer sobre condição e remuneração no trabalho. A chapa 2 também está em defesa do SUS e pela ampliação do número de leitos.

Antônio Jordão foi vice-presidente e presidente do Sindicato dos Médicos entre os anos de 2007 e 2009 falou sobre o objetivo da nova chapa. “É uma eleição muito importante porque depois de vários anos com chapa única, teremos uma disputa com duas chapas, com oposição, com possibilidade real de mudança”, destaca Jordão.

Leia também: 
Medo e fake news atrapalharam vacinação da gripe, dizem municípios
ANS analisa propostas para atualizar Rol de Procedimentos em Saúde
UniFBV realiza debates gratuitos sobre a importância da saúde bucal

 
O mandato dos novos membros do CFM terá a duração de 5 (cinco) anos e se iniciará em outubro de 2019, com término em setembro de 2024. Segundo o regimento da eleição, cada estado da Federação e o Distrito Federal deverá eleger um conselheiro federal efetivo e um conselheiro federal suplente. 

Veja também

Média móvel de casos da covid-19 se mantém alta em setembro
Coronavírus

Média móvel de casos da covid-19 se mantém alta em setembro

Bolsonaro deve abordar questões ambientais em discurso na ONU
Política

Bolsonaro deve abordar questões ambientais em discurso na ONU