PF apresenta joias apreendidas na casa dos presos na Operação Calicute

Também foram apreendidas peças na casa de outros membros do grupo investigado na operação.

Raul Henry é o atual vice-governador de PernambucoRaul Henry é o atual vice-governador de Pernambuco - Foto: Ronaldo Barbosa

A Polícia Federal no Rio de Janeiro divulgou fotos e vídeos das quase 300 peças de joias aprendidas no apartamento do ex-governador Sérgio Cabral, no Leblon, zona sul do Rio, durante a Operação Calicute, desencadeada na última quinta-feira (17).

Também foram apreendidas peças na casa de outros membros do grupo investigado na operação. O objetivo da ação é investigar desvio de recursos públicos federais em obras realizadas pelo governo do estado do Rio de Janeiro. O prejuízo estimado é superior a R$ 220 milhões.

Cabral foi preso e encaminhado ao presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó, depois de prestar depoimento à Polícia Federal. A mulher do ex-governador também foi conduzida à PF, de forma coercitiva, onde prestou depoimento e em seguida foi liberada.

Entre as peças catalogadas pela Polícia Federal estão anéis, relógios, colares e brincos, todos de alto luxo, adquiridas em joalherias de renome nacional e internacional. Peças cravejadas de ouro, brilhantes e colares de pérolas estão no lote das peças divulgadas pela PF. As joias estão sendo periciadas para identificar se são autênticas e o valor no mercado.

Outros presos

Na operação Calicute foram presos também: Wilson Carlos de Carvalho e Hudson Braga, ex-secretários de Cabral; Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, sócio de Cabral na empresa SCF Comunicação e Wagner João Garcia, ex-assessor de Cabral. Foi preso ainda Luiz Carlos Bezerra, assessor de orçamento do ex-presidente da Assembleia Legislativa Paulo Melo, além de José Orlando Rabelo, Luiz Paulo Reis e Paulo Fernando Magalhães Pinto

Veja também

Maioria das mulheres negras não exerce trabalho remunerado, aponta estudo
Trabalho

Maioria das mulheres negras não exerce trabalho remunerado, aponta estudo

Intenção de consumo das famílias cresce pelo segundo mês consecutivo
Consumo

Intenção de consumo das famílias cresce pelo segundo mês consecutivo