Polícia Civil identifica cinco dos suspeitos de estuprar mulher em São Gonçalo

Crime foi flagrado por policiais militares, que faziam uma operação contra o tráfico de drogas; dois adolescentes estão envolvidos

FBC (E), Miguel e Armando: conversas e sinalizações, que deram margem a especulações FBC (E), Miguel e Armando: conversas e sinalizações, que deram margem a especulações  - Foto: Divulgação

A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (24) que já identificou cinco suspeitos de terem participado do estupro coletivo de uma mulher de 34 anos em São Gonçalo, no Grande Rio, além dos dois adolescentes que já tinham sido presos em flagrante no dia do crime. A vendedora estava em um bar na comunidade onde vive, na madrugada de 17 de outubro, quando foi abordada pelos suspeitos e levada a um local para ser estuprada.

Leia mais:
Mulher diz ter sido estuprada por dez homens no Rio de Janeiro
Vítima de estupro coletivo no Rio confirma participação de 10 homens no crime

O crime foi flagrado por policiais militares, que faziam uma operação contra o tráfico de drogas na comunidade. Os dois adolescentes foram detidos e os demais suspeitos conseguiram fugir. A vítima informou que cerca de dez homens participaram da agressão.

A delegada Débora Rodrigues, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo, deve encaminhar hoje ofício à Secretaria de Direitos Humanos para incluir a vítima em um programa de proteção.

Veja também

Pesquisa investiga transmissão de Covid-19 entre homens e animais
Coronavírus

Pesquisa investiga transmissão de Covid-19 entre homens e animais

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h