Polícia do RJ prende principal fornecedor de armas e drogas do Comando Vermelho

Fornecedor é apontado como o braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira Mar

Fornecedor, conhecido como Periquito, estava foragido desde 2011Fornecedor, conhecido como Periquito, estava foragido desde 2011 - Foto: Disque Denúncia/Divulgação

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta sexta-feira (25) Marcos José Carneiro, conhecido como Periquito, considerado o principal fornecedor de armas e drogas do Comando Vermelho.

Carneiro é apontado como o braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira Mar. Ele foi capturado em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo, por policiais da delegacia da Pavuna (bairro da zona norte do Rio de Janeiro) com apoio de policiais civis de São Paulo, após trabalho de investigação e diligências, incluindo uma semana de monitoramento na cidade paulista.

Leia também
Forças Armadas atuarão no RJ até o final de 2018, assegura ministro


O Portal de Procurados oferecia recompensa de R$2 mil por informações que levassem a Carneiro, que estava foragido da Justiça desde 2011. Contra ele havia quatro mandados de prisão pendentes, dois deles por tráfico internacional de drogas.

Responsável pela arrecadação do dinheiro da venda de drogas na Favela Beira Mar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Carneiro tornou-se o maior fornecedor de armamento e entorpecentes do estado e expandiu esse abastecimento para fora do Rio, segundo investigações da Polícia Civil.

Segundo a polícia, Beira Mar, que está preso há 11 anos, ainda é considerado um dos principais chefes do tráfico no Rio. Ele já passou por presídios federais como o de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO). Atualmente, está em uma unidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, e mantém o comando da organização de dentro do presídio, considerado de segurança máxima.

Veja também

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus
Coronavírus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus

Maia cobra retomada dos trabalhos no Congresso para discutir situação do Amazonas e das vacinas
Coronavírus

Maia cobra retomada dos trabalhos no Congresso para discutir situação do Amazonas e das vacinas