Brasil

Policiais protestam em frente ao Congresso contra a reforma da Previdência

A manifestação é organizada pela União dos Policiais do Brasil, que pretende chamar a atenção das autoridades para o risco de ter policiais "envelhecidos" nas ruas

Congresso NacionalCongresso Nacional - Foto: Agência Brasil

Policiais civis que protestavam nesta quarta-feira (8) contra a reforma da Previdência tentaram invadir o Salão Verde da Câmara dos Deputados e entraram em confronto com policiais legislativos.

Segundo a Câmara, um dos manifestantes chegou a sacar uma arma no auge da confusão. A Polícia Legislativa lançou gás de pimenta contra os que tentavam invadir o Salão Verde (principal porta de acesso ao plenário da Câmara), espalhando uma névoa por todo o corredor que liga a ala das comissões ao Salão Verde.

O gás de pimenta chegou a ser sentido no plenário. Policiais, manifestantes, funcionários e jornalistas sofreram igualmente os efeitos do gás. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que comandava a sessão, afirmou que parte dos manifestantes se excedeu e que não será com violência que a reforma da Previdência será barrada. "Se acharmos que esse é o caminho para não votar a reforma da Previdência então vamos para a ditadura", afirmou.

Nesta quinta (9) a Câmara deve instalar a comissão especial que irá analisar o tema. O governo de Michel Temer pretende aprovar as medidas ainda no primeiro semestre.

Veja também

Terminam nesta segunda (27) as inscrições para o Revalida 2022/2
Educação

Terminam nesta segunda (27) as inscrições para o Revalida 2022/2

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira (28)
Educação

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira (28)