Presidentes de partidos de esquerda articulam reação em bloco contra Bolsonaro

Segundo o presidente do PDT, Carlos Lupi, vão participar do encontro dirigentes do PT, do PC do B, PSOL, Rede e PSB

Presidente do PDT, Carlos Lupi Presidente do PDT, Carlos Lupi  - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Presidentes de partidos de esquerda marcaram uma reunião para a próxima terça-feira (3) para discutir uma reação ao fato de Jair Bolsonaro ter encaminhado vídeos de convocações às manifestações marcadas para o dia 15, que têm entre os motes críticas ao Congresso.

Segundo o presidente do PDT, Carlos Lupi, vão participar do encontro dirigentes do PT, do PC do B, PSOL, Rede e PSB. A ideia é fazer uma reação articulada. "O que está em jogo é uma escalada autoritária e precisamos defender a democracia", diz. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) será chamada para a reunião.

Apesar de considerar grave e uma afronta institucional de Bolsonaro o compartilhamento de vídeos convocando para os atos, segundo Lupi, um pedido de impeachment não estaria, por ora, no radar dos dirigentes. O presidente da República disparou as convocações para uma lista de amigos, via WhatsApp.

"Nós combatemos muito o impeachment da Dilma. Achamos que não deve ser um instrumento usado a qualquer tempo e precisa de fundamentos, que estão se acumulando, mas ainda não há um apelo mais forte para evoluir para isso", diz o presidente do PDT.

Leia também:
Senadores repudiam atitude de Bolsonaro, e líder do governo quer mudar pauta de protesto
Regina Duarte usa rede social para apoiar ato a favor de Bolsonaro e contra Congresso
FHC, Lula, Ciro e OAB reagem contra ato anti-Congresso apoiado por Bolsonaro 

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, diz que o gesto de Bolsonaro pode gerar uma "crise institucional gravíssima".

"É inconcebível que um presidente da República apoie um ato. E dizer que foi pessoal e como presidente não dá. Não se pode separar a figura pessoal do presidente da própria presidência, ainda mais em se tratando de um tema tão sensível." "Vamos agir com responsabilidade, a responsabilidade que o Bolsonaro não teve", continuou Siqueira.

Veja também

Salas têm 80% de ocupação; Defensoria diz que Inep mentiu
Enem 2021

Salas têm 80% de ocupação; Defensoria diz que Inep mentiu

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus
Pandemia

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus