Projeto que obriga torneiras automáticas em banheiros coletivos vai à sanção

Edifícios públicos que forem construídos após a sanção terão que equipar todos os lavatórios com torneiras com o dispositivo de vedação automática de água

TorneiraTorneira - Foto: Reprodução

O Senado aprovou, nesta terça-feira (20), projeto que obriga o uso de torneiras com dispositivo de vedação automática de água em todos os banheiros de uso coletivo. Como já havia sido aprovado pela Câmara, a proposta vai a sanção presidencial.

Leia também:
Senado aprova projeto que limita ligações de telemarketing


De acordo com o texto, caberá aos órgãos municipais a fiscalização do cumprimento da medida e os novos edifícios que não seguirem a regra não receberão o chamado Habite-se [autorização para morar em imóvel]. O projeto obriga os edifícios públicos que forem construídos após a sanção da lei a equipar todos os lavatórios com torneiras com o dispositivo de vedação automática de água, eletrônico ou mecânico.

Os senadores também aprovaram a proposta que aplica incentivos fiscais para construções sustentáveis e mecanismos de campanha e divulgação da prática, como telhados verdes, sistemas de aproveitamento da luz solar e de reuso da água. O objetivo da medida, que se aplica também a prédios públicos, é estimular a redução no consumo e maior eficiência energética. A proposta, no entanto, precisa passar pelo crivo dos deputados para que entre em vigor.

Veja também

Bolsonaro diz que pediu flexibilização de restrições para entrada nos EUA para estudantes
Diplomacia

Bolsonaro diz que pediu menos restrições para entrada de estudantes nos EUA

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado
meio ambiente

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado