Promotoria denuncia secretário municipal por morte de Domingos Montagner

Acusação afirma que o gestor teve conduta delituosa por negligência

Ator Domingos MontagnerAtor Domingos Montagner - Foto: Divulgação

O Ministério Público Estadual de Sergipe, por meio da Promotoria de Justiça de Canindé do São Francisco, denunciou o secretário municipal de turismo José Dimas dos Santos Roque por homicídio culposo, após atribuir-lhe responsabilidade sobre a falta de sinalização no local da morte do ator Domingos Montagner.

A acusação afirma que o gestor teve conduta delituosa por negligenciar a falta de placas, guarda-vidas ou boias de delimitação que alertassem sobre os riscos da região conhecida pela correnteza.

No início deste mês, a Polícia Civil de Sergipe concluiu o inquérito sobre a morte do ator e teria repassado o material sobre o laudo ao Ministério Público Estadual para análise de uma eventual penalização.

Montagner morreu no dia 15 de setembro, afogado no rio São Francisco durante um intervalo das gravações da novela "Velho Chico", da qual era um dos protagonistas.

Após almoçar com a atriz Camila Pitanga, em um intervalo das gravações, eles resolveram dar um mergulho, mas acabaram surpreendidos pela correnteza do local.


O corpo do ator foi encontrado por mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Sergipe. Estava a 18 metros de profundidade, preso em pedras, a cerca de 50 metros do local onde havia mergulhado.

Veja também

Pesquisa investiga transmissão de Covid-19 entre homens e animais
Coronavírus

Pesquisa investiga transmissão de Covid-19 entre homens e animais

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h