PT faz vídeos por impeachment e diz que Bolsonaro quer guerra civil

Peça afirma que o Brasil vive a pior crise da história, com 23 mil mortos pelo coronavírus, "mas o presidente quer é guerra civil".

Gleisi HoffmannGleisi Hoffmann - Foto: Lula Marques/PT

O PT lançou na tarde desta segunda (25) vídeos pedindo o impeachment de Jair Bolsonaro, aproveitando trechos da reunião ministerial do dia 22 de abril.

Em uma das peças, é destacada a parte em que Bolsonaro afirma que quer ampliar o uso de armas de fogo pela população, o que hoje é proibido e restrito a autoridades policiais e a colecionadores.

Leia também:

Justiça arquiva processo que investigava Lula por chamar Bolsonaro de miliciano

Oposição e entidades entram com pedido coletivo de impeachment de Bolsonaro 

O vídeo afirma que o Brasil vive a pior crise da história, com 23 mil mortos pelo coronavírus, "mas o presidente quer é guerra civil".

E é encerrado com a afirmação de que "ainda dá tempo de salvar vidas e o país", além de pedidos pelo impeachment e "Fora Bolsonaro".

Em outra peça, que já circula nas redes sociais, foi selecionada a parte da reunião em que Paulo Guedes (Economia) fala sobre como o governo está agindo no crédito às empresas afetadas.

O vídeo afirma que "Guedes está perdido" e dá ênfase à parte em que Bolsonaro diz que o barco pode estar indo em direção a um iceberg.
Novamente, afirma que o número de mortos chega a 23 mil, e lembra a resposta de Bolsonaro: "E daí?", quando o Brasil ultrapassou 5.000 mortes pela doença. 

Veja também

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin
SAÚDE

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin

Ministério da Saúde autoriza uso da Pfizer para 2ª dose de grávidas que tomaram AstraZeneca
VACINAÇÃO

Ministério da Saúde autoriza uso da Pfizer para 2ª dose de grávidas que tomaram AstraZeneca