Receita apreende 760 kg de cocaína no Porto de Paranaguá

A droga estava em um contêiner de carne de frango congelada

Porto de Paranaguá (PR)Porto de Paranaguá (PR) - Foto: Divulgação/PR.GOV

Auditores fiscais da Receita Federal apreenderam nessa sexta-feira (4) cerca de 760 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá (PR). A droga estava em um contêiner de carne de frango congelada e seria levada para Antuérpia, na Bélgica. É a primeira apreensão do ano no porto, segundo informações do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional).

Os traficantes inserem a droga sem o conhecimento do exportador depois que a mercadoria é embarcada, prática conhecida como rip-on/rip-off. Segundo o sindicato, a carne de frango foi apreendida e impedida de seguir. Ao ser violada, feriram-se os padrões sanitários internacionais.

Leia também:
Receita Federal cobra R$ 69 milhões de Neymar
Livraria Jaqueira do Paço Alfândega deve abrir em março
Polícia faz operação contra organizações criminosas envolvidas com tráfico de drogas na RMR


Segundo o Sindifisco Nacional, as apreensões de partidas de cocaína têm sido frequentes. Em 9 de julho do ano passado, fiscais foi desmontada uma quadrilha que arrombava contêineres, falsificava lacres e embarcava a droga para o exterior. Os criminosos usavam os portos do Rio de Janeiro, do Espírito Santo e de São Paulo. Integrantes do grupo foram presos em condomínios de luxo do Rio de Janeiro.

No dia 24 de março, auditores fiscais impediram que 2 toneladas de cocaína seguissem do Porto de Santos para Espanha, França e Alemanha. No dia 1º do mesmo mês, no mesmo porto, as equipes impediram o embarque de 355 quilos da droga, que iam para a Alemanha.

Nos dias 28 e 29 de fevereiro, uma carga de 1,3 tonelada do cocaína foi impedida de ser enviada do Rio para o Porto de Tema (Gana), com escala na Europa. Até a metade de 2018, foram apreendidos 13 compartimentos de carga com pouco mais de 4 toneladas de cocaína.

Veja também

União Europeia quer quarentena de 14 dias para quem chega do Brasil
Pendemia

União Europeia quer quarentena de 14 dias para quem chega do Brasil

MEC anuncia regras para o Fies do segundo semestre de 2021
Educação

MEC anuncia regras para o Fies do segundo semestre de 2021