Brasil

Relator da Previdência vota por admissibilidade da proposta na CCJ

O texto de 55 páginas começou a ser lido depois de quatro horas e meia de sessão

O deputado federal delegado Marcelo Freitas, do PSL-MG, foi designado pelo presidente da CCJ para ser o relator da Previdência O deputado federal delegado Marcelo Freitas, do PSL-MG, foi designado pelo presidente da CCJ para ser o relator da Previdência  - Foto: Divulgação/ Facebook

O relator da reforma da Previdência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) na Câmara, Marcelo Freitas (PSL-MG), votou nesta terça-feira (9) pela admissibilidade total da proposta.

O texto de 55 páginas começou a ser lido depois de quatro horas e meia de sessão. A oposição tentou adiar a apresentação com diversos requerimentos, mas não obteve sucesso.

A deliberação na CCJ se restringe apenas à constitucionalidade da proposta. A votação está marcada para a próxima quarta-feira (17), mas deputados já admitem que deve ser difícil cumprir esse prazo.

Leia também:
Deputado acusa líder do PSL de portar arma no plenário e CCJ interrompe sessão
Governistas se mobilizam para defender Previdência na CCJ 

Freitas começou a ler o relatório em meio à confusão do plenário, onde a sessão havia sido interrompida pouco antes depois que um deputado acusou o líder do PSL, Delegado Waldir (GO) de portar uma arma.

O relator foi interrompido por deputados do PT, e depois pelo líder do PP, Arthur Lira (AL), que se uniu à oposição para pedir que o relatório fosse disponibilizado para os parlamentares da comissão.

O presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR) aquiesceu e a leitura foi retomada quando o parecer foi disponibilizado no sistema da Casa.

Veja também

"Problema localizado", diz Lewandowski sobre fuga de presos em Mossoró
Mossoró

"Problema localizado", diz Lewandowski sobre fuga de presos

Sábado de Carnaval: polícia prende homem com 452 cartões no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo
SAMBÓDROMO

Sábado de Carnaval: polícia prende homem com 452 cartões no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo