Relator do projeto de abuso de autoridade deve amenizar trecho que pune ‘motivação político-partidár

O projeto está pautado para votação na CCJ e no plenário do Senado na quarta-feira (26)

Senador Rodrigo PachecoSenador Rodrigo Pacheco - Foto: Divulgação/ Senado Federal

O relator do projeto sobre abuso de autoridade, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), está inclinado a acatar emenda de Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que retira da proposta a previsão de reprimenda a juízes e membros do Ministério Público que atuarem com "motivação político-partidária".

A atividade política é vedada a magistrados, promotores e procuradores, mas o uso da palavra "motivação", para Vieira, é vago e pode ser usado para perseguição.

Leia também:
Relator da reforma da Previdência estuda poupar Bolsa de SP de aumento de tributo
Câmara lidera reforma da Previdência, mas governo tem que ajudar, diz relator

Pacheco também levou em consideração o que ouviu em reuniões com representantes das classes. O projeto está pautado para votação na CCJ e no plenário do Senado na quarta-feira (26), após adiamento no último dia 12.

Veja também

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil
Vacina

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil

Com UTIs lotadas, Rondônia transferirá pacientes com Covid-19 para o Rio Grande do Sul
Colapso em Rondônia

Com UTIs lotadas, Rondônia transferirá pacientes com Covid-19 para o Rio Grande do Sul