Rio de Janeiro segue em estágio de crise e com vias fechadas

O governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, decretou ponto facultativo nesta terça-feira (9) nas repartições estaduais da região metropolitana.

Rio de Janeiro.Rio de Janeiro. - Foto: CARL DE SOUZA / CDS / AFP

Devido às fortes chuvas que caem na cidade desde a noite da segunda -feira (8), o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, decretou ponto facultativo nesta terça-feira (9) nas repartições estaduais da região metropolitana.

“No período da manhã, as escolas estaduais permanecerão abertas enquanto estiverem com aluno. As aulas nos turnos da tarde e noite estão canceladas. O decreto com a decisão será publicado nesta terça”, diz a nota enviada pela assessoria do governo. O governador também cancelou a cerimônia de lançamento do serviço Disque Rio Contra a Corrupção, da Controladoria Geral do Estado (CGE), que estava marcado para as 10h.

Leia também:
Temporal deixa pelo menos três mortos no Rio de Janeiro
Sirenes não foram acionadas em morro onde duas pessoas morreram no Rio

A Assembleia Legislativa do estado (Alerj) também decretou ponto facultativo desta terça, por ordem do presidente da casa, deputado André Ceciliano. Está confirmada para a quarta-feira (10) uma sessão extraordinária, às 14h40, para votar a pauta que seria analisada hoje pelos deputados. O presidente do Tribunal de Justiça (TJRJ), desembargador Claudio de Mello Tavares, também decidiu suspender os prazos processuais e o expediente no órgão hoje na região metropolitana, acompanhando o ponto facultativo decretado pelo Poder Executivo.

Transportes
Algumas vias da cidade foram fechadas durante a madrugada, como o Alto da Boa Vista e Avenida Niemeyer. Segundo a operadora do sistema metropolitano de trens, a SuperVia, a operação está alterada em alguns ramais. Santa Cruz, Japeri e Belford Roxo estão com intervalos irregulares e paradas para aguardar ordem de circulação em alguns trechos; no ramal Deodoro os trens circulam com intervalos irregulares e podem aguardar ordem de circulação em ambos os sentidos.

Segundo o aviso da empresa, os trens paradores no sentido Deodoro e Campo Grande não estão parando nas estações Riachuelo, Sampaio, Engenho Novo, Méier e Piedade. A estação São Francisco Xavier foi reaberta e os trens sentido Deodoro e Campo Grande voltaram a parar em Oswaldo Cruz. No ramal Santa Cruz, os trens sentido zona oeste não estão parando na estação Magalhães Bastos. Em Saracuruna, a operação foi retomada, mas com intervalos irregulares. A estação Olaria está fechada.

Não há alterações na operação do metrô. No sistema de BRT, os serviços com intervalos irregulares entre Jardim Oceânico e Magarça, bem como nos corredores Transcarioca e Transolímpica.

Aulas
Diversas instituições de ensino também suspenderam as aulas em decorrência das fortes chuvas e dos problemas de mobilidade geradas por ela. A prefeitura anunciou a suspensão das aulas nas escolas da rede pública municipal.

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as aulas foram canceladas e o expediente dos servidores foi suspenso, a princípio até as 12h, e a situação será reavaliada às 10h pela Administração Central. A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) suspendeu as atividades nos campi de Seropédica e de Nova Iguaçu.

A Universidade Federal Fluminense (UFF) determinou ponto facultativo nos campi e unidades em Niterói e nos outros municípios que se encontrem em situação de calamidade. A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) suspendeu todas as atividades acadêmicas e transferiu para quinta-feira (11) a reunião do Colégio Eleitoral.

O Colégio Pedro II, instituição federal, suspendeu todas as aulas incluindo o Centro de Referência em Educação Infantil em Realengo e o expediente no prédio da Reitoria, em São Cristóvão. Também anunciaram suspensão das atividades a Fiocruz, em todos os setores da cidade, e o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), no Maracanã, Itaguaí, na Maria da Graça e em Nova Iguaçu.

A Defesa Civil do município informa que, até as 8h45 desta terça (9), tinham sido acionadas 45 sirenes, em 26 comunidades, além de receber 127 chamados na central de atendimento do órgão. O Jardim Botânico, que foi fortemente atingido pelas chuvas ontem, não abrirá para visitação hoje.

Veja também

Com doses da vacina de Oxford já no Rio, distribuição deve começar este sábado
Astrazeneca/Oxford

Com doses da vacina de Oxford já no Rio, distribuição deve começar este sábado

OMS afirma ser cedo demais para determinar origem do coronavírus
CIÊNCIA

OMS afirma ser cedo demais para determinar origem do coronavírus