Senador pede que a Polícia Federal faça busca e apreensão no celular de Carla Zambelli

Na sexta-feira (24), o Jornal Nacional exibiu mensagens trocadas entre Moro e Zambelli

Carla Zambelli, deputada federalCarla Zambelli, deputada federal - Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) fez pedido ao STF nesta segunda-feira (27) solicitando que a Procuradoria-Geral da República emita mandado de busca e apreensão do celular da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). A perícia seria feita pela Polícia Federal.

No pedido, ele argumenta que uma perícia no celular de Zambelli pode mostrar o "verdadeiro teor das conversas mantidas pela deputada com o ex-ministro [Sergio] Moro", o que, segundo o pedido, seria essencial para revelar eventuais crimes praticados por Moro, Zambelli ou Jair Bolsonaro.

Na sexta-feira (24), o Jornal Nacional exibiu mensagens trocadas entre Moro e Zambelli. As mensagens, segundo o ex-ministro, provam que ele não condicionou aceitar a troca na PF a uma futura indicação para o STF -acusação feita por Bolsonaro.

Leia também:
Maia pede paciência com pedidos de impeachment de Bolsonaro
Bolsonaristas compartilham tuíte de falso perfil de Ramagem no qual Moro é chamado de 'banana'


Nas mensagens, Zambelli diz: "por favor ministro, aceite [Alexandre] Ramagem [diretor da Abin, a Agência Brasileira de Inteligência, e um dos candidatos de Bolsonaro para assumir o comando da PF]".

A deputada continua: "e vá em setembro para o STF. Eu me comprometo a ajudar, a fazer JB [Jair Bolsonaro] prometer". Como resposta, Moro escreve que não está à venda.

Veja também

Em cadeia nacional, Queiroga defende vacinação e apela para que pessoas tomem a 2ª dose
VACINAÇÃO

Em cadeia nacional, Queiroga defende vacinação e apela para que pessoas tomem a 2ª dose

Covid-19: Anvisa recebe solicitação de uso de medicamento da Pfizer
Coronavírus

Covid-19: Anvisa recebe solicitação de uso de medicamento da Pfizer