Sistema Cantareira atinge maior nível de água para o período desde 2012

O Sistema Cantareira, tem nesta segunda-feira (30) quase quatro vezes mais água no seu volume útil do que há um ano

Chuvas em São PauloChuvas em São Paulo - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Sistema Cantareira, um dos responsáveis pelo abastecimento da Grande São Paulo, tem nesta segunda-feira (30) quase quatro vezes mais água no seu volume útil do que há um ano. O índice é o melhor para o período desde 2012. A elevação dos níveis dos reservatórios foi possível graças a grande ocorrência de chuvas na região, que acumulou desde o início do mês 377,5 milímetros de precipitação, enquanto a média histórica para janeiro é de 262,6 milímetros. As informações são da Agência Brasil.

Segundo a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o sistema tem atualmente 59,7% do volume útil (586,4 bilhões de litros). Em 30 de janeiro de 2016, o nível era de apenas 15,9% (156,5 bilhões de litros), refletindo a crise hídrica recente que provocou racionamento de água em diversas cidades abastecidas pelo Cantareira.

Em 2014, com a falta de chuvas, os reservatórios do sistema começaram a operar em níveis críticos, sendo necessário o uso das reservas técnicas, o chamado "volume morto". Associada a medidas de racionamento, a captação dessa água extra, com instalação de equipamentos adicionais, impediu o colapso completo do abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo.

O problema foi declarado como superado pelo governador Geraldo Alckmin em março de 2016. À época, no entanto, ainda havia reclamações de falta d´água em cidades como Mauá e Santo André.

Veja também

Museu da Língua Portuguesa usa 'todes' em post na internet e provoca polêmica
Internet

Museu da Língua Portuguesa usa 'todes' em post na internet e provoca polêmica

Fabricante indiana rompe contrato da Covaxin com intermediária na mira da CPI da Covid
CPI da Covid

Fabricante indiana rompe contrato da Covaxin com intermediária na mira da CPI da Covid