Temer autoriza uso das Forças Armadas para reforçar segurança no Rio de Janeiro

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer nesta segunda-feira

Forças Armadas é a instituição que o brasileiro mais confia, de acordo com segundo pesquisa produzida pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio VargasForças Armadas é a instituição que o brasileiro mais confia, de acordo com segundo pesquisa produzida pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas - Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização das mulheres de policiais militares, iniciada na última sexta-feira. O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer nesta segunda-feira (13) no Palácio do Planalto para discutir o assunto.

No momento, o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades. Também estão sendo estudados os locais em que atuarão e a data de início das ações, prevista inicialmente para esta terça-feira (14). A autorização é a mesma concedida na semana passada para uso das tropas no Espírito Santo, onde familiares de policiais impediram a saída de viaturas em forma de protesto.

Nesta manhã, no centro do Rio, manifestantes acampadas bloquearam a saída do prédio do Batalhão de Choque, onde funcionam unidades como o Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos

Veja também

Quem decide se um povo vai viver democracia ou ditadura são as Forças Armadas, diz Bolsonaro
Presidente

Quem decide se um povo vai viver democracia ou ditadura são as Forças Armadas, diz Bolsonaro

Maia diz que coragem de Bolsonaro não é tão grande para negar Coronavac e que Pazuello fez papelão
Vacina contra Covid-19

Maia diz que coragem de Bolsonaro não é tão grande para negar Coronavac e que Pazuello fez papelão