Temer: relações com EUA são institucionais e nada mudará com eleição de Trump

Segundo ele, como presidente Trump deverá “ levar em conta as aspirações de todo o povo americano”

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, e o deputado Jarbas VasconcelosO vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, e o deputado Jarbas Vasconcelos - Foto: Josenildo Tenório/Divulgação

O presidente Michel Temer comentou nesta quarta-feira (9) em sua conta no Twitter a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas. Na avaliação dele, os dois países devem manter a institucionalidade das relações e, portanto, não devem ocorrer mudanças significativas entre as duas nações.

"Eu tenho dito que a relação do Brasil com os EUA e os demais países é institucional, ou seja, de Estado para Estado", disse Temer em um primeiro post.

"Tenho certeza que não muda nada na relação Brasil e EUA", acrescentou. Segundo ele, como presidente Trump deverá “ levar em conta as aspirações de todo o povo americano”, quando assumir o cargo.

O empresário Donald Trump foi eleito hoje (9) presidente dos Estados Unidos obtendo, nesta madrugada, 276 votos de delegados do colégio eleitoral. Ele disputou as eleições contra a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton. Trump assegurou maioria em estados decisivos como a Flórida, Carolina do Norte, Ohi e a Pensilvânia. A posse será no dia 20 de janeiro próximo.

Veja também

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água
Pesquisa

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água

Ernesto cita filósofo chinês em rede social, em crítica velada à China
Postagem

Ernesto cita filósofo chinês em rede social, em crítica velada à China