Temer: relações com EUA são institucionais e nada mudará com eleição de Trump

Segundo ele, como presidente Trump deverá “ levar em conta as aspirações de todo o povo americano”

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, e o deputado Jarbas VasconcelosO vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, e o deputado Jarbas Vasconcelos - Foto: Josenildo Tenório/Divulgação

O presidente Michel Temer comentou nesta quarta-feira (9) em sua conta no Twitter a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas. Na avaliação dele, os dois países devem manter a institucionalidade das relações e, portanto, não devem ocorrer mudanças significativas entre as duas nações.

"Eu tenho dito que a relação do Brasil com os EUA e os demais países é institucional, ou seja, de Estado para Estado", disse Temer em um primeiro post.

"Tenho certeza que não muda nada na relação Brasil e EUA", acrescentou. Segundo ele, como presidente Trump deverá “ levar em conta as aspirações de todo o povo americano”, quando assumir o cargo.

O empresário Donald Trump foi eleito hoje (9) presidente dos Estados Unidos obtendo, nesta madrugada, 276 votos de delegados do colégio eleitoral. Ele disputou as eleições contra a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton. Trump assegurou maioria em estados decisivos como a Flórida, Carolina do Norte, Ohi e a Pensilvânia. A posse será no dia 20 de janeiro próximo.

Veja também

Brasil registra 13.439 infectados e 377 mortos pela Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Brasil registra 377 mortos pela Covid-19 nas últimas 24h

Mato Grosso pede ajuda da Força Nacional no combate a incêndios
Pantanal

MT pede ajuda da Força Nacional no combate a incêndios