Temporal em Minas Gerais deixa ao menos dois mortos

Um deslizamento atingiu duas casas na rua Água de Minas, no bairro de Vila Ideal

Chuvas em Minas GeraisChuvas em Minas Gerais - Foto: Reprodução/Twitter

Leia também

• Bolsonaro diz que 'não tem que ter pena' de sequestrador e defende uso de atirador de elite em Niter

• Bolsonaro sugere nome do BC para o Coaf e indica saída de aliado de Moro

• MPF pede à Justiça suspensão do Sisu, Fies e Prouni por erros no Enem

Duas pessoas morreram e outras duas estão desaparecidas após deslizamento de uma barreira nesta sexta-feira (24) no município de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Os dois óbitos, uma mulher de idade não revelada e um bebê do sexo masculino com aproximadamente seis meses, foram confirmados pelo Corpo de Bombeiros.

Até o momento, os corpos não foram identificados. O deslizamento atingiu duas casas na rua Água de Minas, no bairro de Vila Ideal. As informações oficiais ainda estão desencontradas. Inicialmente, a Polícia Civil havia informado que cinco estavam desaparecidos.

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e da Polícia Civil estão no local para tentar resgatar as cinco pessoas que estariam soterradas.

Leia também:
Ciclone Kurumi está se afastando para o oceano, mas chuvas se mantêm
Inmet mantém alerta de chuva forte para Sertão e Agreste

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o índice pluviométrico registrado entre 9h desta quinta-feira (23) e 9h desta sexta-feira (24) chegou a 178,8 mm. É o maior registro na história da capital mineira em um século de medições.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou participação que faria na noite desta sexta-feira (24) em seminário internacional do Movimento de Atingidos por Barragens (MAB).

Conforme a assessoria de imprensa do petista, a equipe de segurança desaconselhou o deslocamento dele entre Belo Horizonte e Betim devido a riscos de quedas de barreira no trajeto entre as duas cidades.

O temporal que atinge a região Sudeste varreu parte da região sul do Espírito Santo na noite da última sexta (17), deixando sete pessoas mortas, uma desaparecida e mais de 3.000 sem casas.

Veja também

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
combustível

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal
Pantanal

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal