Brasileiros e domínio do PSG formam seleção mais cara do futebol francês

Time ideal conta com estrelas, campeões mundiais e promessas

Brasileiros e domínio do PSG formam seleção mais cara do futebol francêsBrasileiros e domínio do PSG formam seleção mais cara do futebol francês - Foto: iStock

O Campeonato Francês nunca se destacou entre os grandes da Europa por esbanjar poderio econômico ou contar com as principais estrelas do futebol mundial. No entanto, desde que o Paris Saint-Germain recebeu - e ainda recebe - uma enorme injeção de dinheiro, a competição ganhou um novo status, atraiu mais investimentos, e, com isso, nomes mais pesados da atualidade.

Assim, a Ligue One passou a ter um novo valor, que pode ser visto ao montar a seleção dos 11 jogadores mais valiosos que disputam a competição na temporada 2019/20. Com predominância do PSG, é claro, o time é composto por jovens promessas, atletas experientes, campeões mundiais e alguns nomes que ainda não são conhecidos do grande público, mas que demonstram futebol do mais alto nível. Consegue imaginar quem são eles? Confira na matéria abaixo e veja quantos deles você conseguiu acertar.

Anthony Lopes (Lyon) - 17,5 milhões de euros
O Lyon faz apenas uma temporada mediana e isso tem bastante impacto no valor de mercado de seus jogadores. Mesmo em um cenário desfavorável, o português Anthony Lopes, de 29 anos (um dos mais experientes desta seleção), consegue se sobressair. Defendendo a meta de um dos times mais tradicionais da França, o goleiro que é uma das lendas do clube supera uma acirrada disputa e é o goleiro mais caro do Campeonato Francês.

Marquinhos (PSG) - 52 milhões de euros
O primeiro nome do Paris Saint-Germain na seleção é o do zagueiro Marquinhos. Revelado pelo Corinthians, o defensor fez praticamente toda a sua carreira na Europa e é uma peça indispensável do setor defensivo dos parisienses. Com somente 25 anos, ele acumula experiência de sobra, Copa do Mundo no currículo e temporadas impressionantes. Não à toa, é considerado por muitos como um dos melhores de sua posição.

Presnel Kimpembe (PSG) - 28 milhões de euros
Parceiro de Marquinhos, Kimpembe também compõe a dupla de zaga da seleção mais valiosa do Campeonato Francês. Com 24 anos, o zagueiro que estourou de maneira meteórica já vale incríveis 28 milhões de euros. Com atuações de gente grande, o garoto consegue chamar a atenção e ser convocado para a Seleção Francesa, apesar de ter uma concorrência de peso para vencer.

Thomas Meunier (PSG) - 24 milhões de euros
Mais um do PSG, Thomas Meunier chegou à França como uma aposta do Paris. Comprado por somente 6 milhões de euros do Club Brugge, da Bélgica, o lateral-direito de 28 anos mostrou seu valor, e hoje quatro vezes mais do que quando mudou para a Ligue One.

Juan Bernat (PSG) - 16 milhões de euros
Depois de boas temporadas no Valencia e no Bayern de Munique, Juan Bernat ganhou a chance de se firmar em um clube competitivo como o PSG. O espanhol não exitou, vestiu a camisa como ninguém e é uma peça ofensiva importante do atual campeão francês. Ele completa o sistema defensivo da seleção mais cara do campeonato e de quebra faz com que sua equipe domine 100% esse sistema.

Marco Verratti (PSG) - 60 milhões de euros
Não é surpresa que o posto de primeiro volante fique com Marco Verratti. Um verdadeiro box-to-box, o meia italiano é completo, tem bom desarme, ótima visão de jogo e excelente qualidade nos passes. Por isso, há anos é titular do PSG, mesmo com muita competição dificilmente passa por momentos onde é questionado.

Houssem Aouar (Lyon) - 49,5 milhões de euros
Talvez desconhecido para alguns, Houssem Aouar não viverá em “anonimato” por muito mais tempo. Aos 21 anos, o segundo volante do Lyon é um jogador que tem tudo para ser um dos principais nomes de sua geração. Assim como Lopes, o francês consegue se destacar em uma temporada ruim da equipe, que só não está pior por conta das atuações que teve durante toda a competição.

Jonathan Ikoné (LOSC Lille) - 36 milhões de euros
A cada quatro gols que o Lille fez na Ligue One, um deles Ikoné foi responsável por assistir o companheiro ou por de fato colocar a bola na rede. Isso por si só já mostra a impactante temporada que o armador tem na competição. Tudo com somente 21 anos de idade, em uma equipe que consegue fazer um bom ano. Sem projeção mundial ainda, o canhoto não demora muito a explodir e a alçar voos maiores.

Neymar (PSG) - 128 milhões de euros
Segundo jogador mais caro da seleção, Neymar dispensa apresentações e comentários. O camisa 10 do PSG é protagonista do futebol mundial e bem responsável por todas as conquistas que seu clube conseguiu em território francês. Apesar de todos os atritos que arrumou desde que chegou ao Paris Saint-Germain, ele sempre entregou em campo o necessário, e é a liderança técnica entre os 11.

Florian Thauvin (Olympique de Marseille) - 32 milhões de euros
Florian Thauvin nunca estourou como se esperava. As expectativas em cima do ponta-direita eram enormes, mas trocas constantes de time fizeram com que ele não se firmasse e chegasse a clubes com objetivos grandes na temporada. Mesmo sem atuar na temporada (jogou somente duas partidas no Francês), é o atleta mais caro de sua posição e quem sabe não faça valer em campo quando o calendário retornar.

Kylian Mbappé (PSG) - 180 milhões de euros
Atleta mais caro do mundo, Mbappé é o principal nome deste time. Campeão do mundo em 2018, dono de um talento absurdo e demonstrando maturidade surreal para um jogador de apenas 21 anos, o francês é um dos principais jogadores da atualidade e representantes desta geração.

Fonte: Betsul