saúde

Cabo de Santo Agostinho inaugura novo Centro Integrado Infanto-Juvenil

O espaço levará atendimento para crianças e adolescentes, com idades de zero a 17 anos e 11 meses

O local oferece 11 especialidades e 20 consultóriosO local oferece 11 especialidades e 20 consultórios - Foto: Divulgação

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, Keko do Armazém, inaugurou, nessa quarta-feira (6), o novo Centro Integrado Infanto-Juvenil da cidade, que levará atendimento ambulatorial de referência para crianças e adolescentes, com idades de zero a 17 anos e 11 meses.

O equipamento é considerado um marco na história da saúde do município por oferecer 11 especialidades, 20 consultórios, além de sala de fisioterapia. O espaço está situado nas margens da BR-101, no km 34, em frente ao Hospital Infantil, no centro da cidade, e funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A unidade pública especializada conta com atendimentos de neuropediatra; psiquiatra infanto-juvenil; pediatra; fonoaudiologia; terapia ocupacional; psicologia; nutrição; dermatologista; fisioterapia; endocrinologia e otorrinolaringologia.

Segundo a prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o local busca garantir atendimento de qualidade e humanizado para o público infanto-juvenil do município, compreendendo suas individualidades e singularidades, também, enfatizando os cuidados no manejo de crianças e adolescentes portadores de deficiências.

O Centro contará com sala de fisioterapia e terapia ocupacional, com equipamentos para o desenvolvimento do recurso da integração sensorial, estruturas estas que potencializarão a assistência aos usuários, em especial as de crianças autistas, e conta, também, com leitos de internação.

Ainda de acordo com a gestão da cidade, com o funcionamento do novo local, o ambulatório do Hospital Infantil, localizado nas proximidades, será desativado. 

Veja também

STF marca nova audiência sobre disputa por Fernando de Noronha
Fernando de Noronha

STF marca nova audiência sobre disputa por Fernando de Noronha

Brasil registra 365 mortes e 30,2 mil casos de Covid-19 em 24 horas
Saúde

Brasil registra 365 mortes e 30,2 mil casos de Covid-19 em 24 horas