Coronavírus

Camaragibe inicia vacinação de idosos a partir dos 80 anos nesta segunda (1º)

Ao todo, foram recebidas mais 2.190 doses de imunizantes, sendo 1.270 da Oxford/AstraZeneca e outras 920 da Coronavac.

Vacinação em CamaragibeVacinação em Camaragibe - Foto: Victor Patrício

Com a chegada de novas doses da vacina contra o coronavírus ao município de Camaragibe, nesta próxima segunda-feira (1º) a Prefeitura Municipal começará a imunizar os idosos a partir dos 80 anos. Ao todo, foram recebidas mais 2.190 doses de imunizantes, sendo 1.270 da Oxford/AstraZeneca e outras 920 da Coronavac. 

Além dos idosos com mais de 80 anos, o município segue realizando a vacinação de idosos com mais de 85 anos. Além desses, também estão sendo imunizados todos os profissionais de saúde das redes pública e privada no município. Até hoje, 3.350 pessoas já foram vacinadas em Camaragibe - mais de 1 mil dessas já receberam a segunda dose.

Como agendar vacinação - O plano de imunização segue o mesmo: para se vacinar, os idosos devem estar cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde do município. Os que ainda não possuem cadastro podem realiza-lo por meio do Disque Vacina nos números 9 9945-4405 e 2129-9570, das 8h às 15h.  Após o registro, que também pode ser realizado na unidade de saúde mais próxima do munícipe, os profissionais de saúde entrarão em contato com o idoso para realizar o agendamento do dia e horário para vacinação.

Com os profissionais de saúde do município, está acontecendo da seguinte forma: cada instituição de saúde, a partir de seu cadastro de funcionário, sinaliza às equipes da Secretaria de Saúde os profissionais e realiza a marcação pra fazer imunização. Além disso, as equipes de saúde estão entrando em contato com as unidades privadas inscritas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) para realizar a marcação com os profissionais de saúde de cada local. Caso a instituição que o profissional trabalhe não seja cadastrada, o mesmo deve ligar para o Disque Vacina nos números para solicitar a vacinação.

“A cada chegada de novas doses de vacina acende em nós mais um ponto de esperança. Ainda não é o suficiente para imunizarmos toda a população, mas, aos poucos, respeitando os grupos prioritários, vamos conseguir chegar lá; é imprescindível que as pessoas que puderem se vacinar, se vacinem”, disse a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Maria José Neves.

 

Veja também

Epicentro dos protestos da Colômbia, Cali decreta estado de emergência
América do Sul

Epicentro dos protestos da Colômbia, Cali decreta estado de emergência

Menina atira em três pessoas em escola dos Estados Unidos
Violência

Menina atira em três pessoas em escola dos Estados Unidos