A-A+

Caminhada em Olinda marca Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

Cerca de 120 crianças participaram da ação, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ)

Caminhada contra o trabalho infantilCaminhada contra o trabalho infantil - Foto: Marcelo Vidal/SDSCJ

Crianças de Instituições e Casas de Acolhimento localizadas em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, participaram nesta quarta-feira (12) de uma caminhada pelas ruas da Cidade Alta para alertar sobre os malefícios do trabalho infantil. A ação marcou o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil e sensibilizou transeuntes, moradores e comerciantes da região. Cerca de 120 crianças participaram, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

O ato foi promovido pela Prefeitura de Olinda em parceria com o Governo do Estado e se concentrou na praça do Carmo. Depois as crianças seguiram para o cruzamento dos Quatro Cantos e subiram a ladeira da Ribeira. A caminhada finalizou em frente à sede da Prefeitura. Equipes da SDSCJ distribuíram materiais educativos com mitos e verdades sobre esse tipo de violação. O material ainda ressaltou os meios para denunciar o crime.

Leia também:
MP recebe 4,3 mil denúncias de trabalho infantil por ano

Justiça inclui trabalho infantil em cálculo da aposentadoria

A campanha chega à Estação Central do Metrô do Recife no próximo dia 28. Técnicos da Assistência Social irão conscientizar a população sobre importância de se reconhecer como parte da rede de proteção. Denúncias sobre trabalho infantil podem ser feitas através do número 0800.081.4421.

Outras atividades
Atividades de orientação e capacitação serão realizadas nos dias 13, 26 e 27 em Lagoa de Itaenga, Vitória de Santo Antão e Timbaúba, respectivamente. Com os festejos juninos, a SDSCJ também irá atuar nos polos de festa de Pernambuco através do programa Atenção Redobrada, que desenvolve ações de prevenção, articulação, sensibilização e enfrentamento ao trabalho infantil, à exploração sexual, o consumo de substâncias psicoativas e a venda de bebidas alcoólicas.

Veja também

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet
Conexão

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune
Vacinação em adolescentes

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune