Campanha usa apitos contra o assédio às mulheres no Carnaval

Apitos e balões foram distribuídos neste sábado na praça do Marco Zero

Balões foram distribuídos com frases contra o assédioBalões foram distribuídos com frases contra o assédio - Foto: Thaísa Jatobá do Portal FolhaPE

Em seu primeiro ano no Recife, a campanha #ApitoContraOAssedio distribui nesse sábado (25) de carnaval 12 mil apitos no centro do Recife. A iniciativa visa proporcionar as mulheres mais um modo de denúncia em casos de abuso e exageiro que possam acontecer nos dias de folia.

A campanha nasceu após uma foliã notar que uma mulher estava sendo assediada por um homem no carnaval São Luiz do Paratinga. De acordo com Lia Marques uma das organizadoras “O som empodera as garotas e se transforma em escudo contra os excessos”. Felipe Santini, diretor de marketing do evento aqui no Recife informou que a campanha quer conscientizar as pessoas que carnaval não é só folia, “Tem espaço para falar de coisa séria”.

Recife liderou as denúncias de casos de estupro em Pernambuco, de acordo com ranking realizado pela Secretaria de Defesa Social. E durante o carnaval os casos de abuso e excesso, por parte de alguns foliões, costumam aumentar. Em Olinda, o carnaval mal começou e casos de assédio já mancham a folia das amigas Rebeca Arruda, 19, e Maria Eduarda Veríssimo, 18. “Os meninos puxam, tentam beijar. É um desrespeito”, se queixa Rebeca.

A turista Ivanite da Hora de Araçoiaba comentou que a iniciativa é muito boa para as mulheres sentirem mais segurança enquanto andam na rua, especialmente no carnaval.

Veja também

Total de mortos por covid-19 no mundo passa de 3 milhões
Covid-19

Total de mortos por covid-19 no mundo passa de 3 milhões

Jairinho é citado por ligação com milícias ao Disque Denúncia há mais de 10 anos
Caso Henry Borel

Jairinho é citado por ligação com milícias ao Disque Denúncia há mais de 10 anos