Canadá alerta sobre os riscos da cloroquina e hidroxicloroquina

"A cloroquina e a hidroxicloroquina podem causar efeitos secundários graves", alertou a Agência de Saúde Pública do Canadá

Medicamento hidroxicloroquina Medicamento hidroxicloroquina  - Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

As autoridades de saúde do Canadá alertaram sobre o perigo do uso da cloroquina e hidroxicloroquina, usadas para combater a malária, para prevenir ou tratar a COVID-19.

"A cloroquina e a hidroxicloroquina podem causar efeitos secundários graves. Estes medicamentos só devem ser utilizados sob a supervisão de um médico", advertiu a Agência de Saúde Pública do Canadá em uma atualização publicada no sábado em seu site. 

Leia também: 
Ministério só vai recomendar cloroquina quando houver evidência de eficácia, diz Teich
CFM autoriza hidroxicloroquina no início de sintomas da Covid-19

"A Health Canada se preocupa que algumas pessoas possam comprar cloroquina ou hidroxicloroquina diretamente e usá-las para se prevenir ou tratar" a COVID-19, acrescentou a agência, destacando que estes medicamentos podem causar "transtornos graves no ritmo cardíaco".

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu um alerta semelhante na quinta-feira sobre esses medicamentos, cujo uso foi defendido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Veja também

Secretário de Saúde de Pernambuco critica entraves diplomáticos que afetam vacinação no Brasil
Covid-19

Longo critica entraves diplomáticos à vacina: "Não podem colocar em xeque a saúde dos brasileiros"

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões