Coronavírus

Canadá reporta novo caso de coágulos sanguíneos após vacinação com AstraZeneca

As formações de coágulos de sangue como resultado da vacina da AstraZeneca "continuam sendo muito raras", e o Canadá continua considerando que "os benefícios das vacinas (...) superam os riscos potenciais"

Vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZenecaVacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca - Foto: Christof Stache / AFP

O Canadá anunciou no sábado (17) que identificou um segundo caso em uma semana de coágulos sanguíneos, depois de uma inoculação com a vacina da AstraZeneca, embora continue recomendando seu uso.

O caso foi observado em uma pessoa residente na província de Alberta (oeste), que recebeu a versão do imunizante desenvolvida pelo Serum Institute na Índia, Covishield, relataram funcionários de saúde no Twitter.

"A pessoa recebeu tratamento e está se recuperando", acrescentaram.

Na terça-feira passada, foi anunciado um primeiro caso, o de um cidadão de Québec também imunizado com a mesma vacina.

As formações de coágulos de sangue como resultado da vacina da AstraZeneca "continuam sendo muito raras", e o Canadá continua considerando que "os benefícios das vacinas (...) superam os riscos potenciais", disseram as autoridades sanitárias. 

No final de março, o Comitê Assessor Nacional de Imunização recomendou às províncias suspender o uso do imunizante da AstraZeneca em menores de 55 anos para avaliar os riscos.

O Canadá se encontra no meio de uma terceira onda de contágios.

Desde o início da pandemia, o país acumula mais de 1,1 milhão de infecções e cerca de 23.500 mortes.

Veja também

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa
Pandemia

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês
Surto

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês