Canal do Fragoso sofre com crime ambiental

Já houve muitos assaltos e até tentativas de estupro”, contou Ana Maria.

Aqui em casa tudo bemAqui em casa tudo bem - Foto: Reprodução

 

Quatro meses após fortes chu­­­vas castigarem o bairro de Jardim Fragoso, em Olinda, a funcionária pública Ana Maria da Silva, 58 anos, retornava para sua residência, que agora está reformada e sem nenhum resquício da lama deixada pela enchente, com a crença de dias melhores. Esperança que foi fragilizada quando a moradora percebeu que os entulhos de uma construção jogados às margens do Canal do Fragoso, um dos motivos da inundação que a fez perder quase tudo, estavam sendo novamente despejados no local. Segundo a prefeitura, o indicativo é de que esteja ocorrendo um crime ambiental, que será apurado a partir de hoje por técnicos.

Os destroços lançados às margens do canal criam montanhas de entulhos que tapam a visão do lugar, acabam servindo de “esconderijo” para a criminalidade e, nos meses das fortes chuvas, podem contribuir para o alagamento. O local virou um verdadeiro campo aberto de areia e barro. “A nossa maior preocupação é que, quando chegar o mês das chuvas, o canal pode transbordar e a água não vai ter por onde escoar, como aconteceu da última vez. O tráfico de drogas acontece ali mesmo, atrás desse amontoado de terra. 


Já houve muitos assaltos e até tentativas de estupro”, contou Ana Maria.
A auxiliar de enfermagem Lígia Maria da Conceição, 55 anos, ainda se recupera da dor da perda do filho, que morreu eletrocutado na última enchente, e lamenta não ter outro lugar para ir. Teme que tudo se repita e fica indignada com o despejo do material de construção. “Se pudesse, já teria saído desse lugar. Por conta desses entulhos, já perdemos muita coisa. Se Deus mandar água, possivelmente vai ter outra enchente”, desabafou.

A Prefeitura de Olinda informou que vai enviar uma equipe à rua do Riachuelo, em Jardim Fragoso, para verificar a denúncia e tomar as medidas cabíveis, que incluem a aplicação de multa. Ainda segundo a instituição, como o ato configura crime ambiental, um trabalho será feito para identificar o autor do descarte irregular dos resíduos sólidos às margens do canal.

 

Veja também

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA
EUA

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA

Cadeirante morre após ser jogado de viaduto em Bauru, interior de SP
São Paulo

Cadeirante morre após ser jogado de viaduto em Bauru, interior de SP